1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Forte esquema de segurança marca abertura da Copa

Torcida e convidados participaram da festa que registrou o início do evento. Primeiro teste real contra ameaças de hooligans, neonazistas e xenófobos mostrou a eficiência da segurança.

default

Pelé e modelo Claudia Schiffer levaram a taça ao estádio

Torcedores da Alemanha, principalmente, e da Costa Rica, além de convidados, lotaram o estádio de Munique três horas antes do primeiro jogo oficial da Copa do Mundo nesta sexta-feira (09/06), no início de um evento que deve ser marcado por seu forte esquema de segurança. Durante um mês, 736 jogadores de 32 seleções têm só uma meta: a final de 9 de julho, em Berlim.

O presidente alemão, Horst Köhler, fez a abertura oficial às 16h52min (11h52min de Brasília), diante de 59 mil torcedores. Entre os convidados estavam também mais de cem jogadores que já foram campeões do mundo, como Pelé, que levou a taça ao estádio, ao lado da modelo alemã Claudia Schiffer.

Stadion WM 2006 Eröffnungsspiel Deutschland - Costa Rica 09.06.06 München Performance

Performance durante a festa de abertura no estádio de Munique

As autoridades alemãs já avisavam sobre a preocupação com a segurança cerca de um ano antes do Mundial. E, no dia da estréia, tudo correu como o esperado. Um desfile típico alemão, de 1.400 dançarinos em trajes bávaros, caracterizou a festa. Enquanto isso, os recados continuaram a ser dados.

"Todos podem gritar até perder as vozes, passar ótimos momentos e se sentir em casa com os amigos, mas a mensagem para qualquer hooligan ou encrenqueiro está clara: a segurança irá funcionar sempre e não estamos aqui para brincar", disse Rainer Riedl, porta-voz do ministério do Interior em Munique, capital da Baviera.

Febre da Copa contagia alemães

As ruas de muitas cidades alemãs tornaram-se desertas após o horário do almoço nesta sexta-feira. De canto a canto, mesmo nas que não são sedes de jogos. Carros exibiam bandeiras do país. E, como no Brasil, casas e ruas estão enfeitadas. Centenas de milhares de torcedores começavam a se reunir diante de mais de 200 telões espalhados pelo país.

As cores alemãs e costarriquenhas dominaram a praça Marienplatz, em Munique, onde hinos de futebol foram cantados e um grande telão foi montado para aqueles que não conseguiram ingresso. Estima-se que 1,5 bilhão de telespectadores acompanhou a cerimônia em todo o mundo. Só na Alemanha, de 15 milhões a 20 milhões de torcedores assistiram ao espetáculo em casa ou em bares.

Antes de entrar no estádio, todos os 65 mil torcedores foram obrigados a passar por anéis de segurança e detectores de metais. A maioria teve o seu ingresso conferido por fiscais. Os bilhetes são personalizados com o nome do comprador.

Autoridades alemãs tentam combater o terrorismo e o vandalismo para proteger o torneio sem deixar as preocupações com segurança sufocarem a festa dos torcedores. Cerca de 250 mil policiais foram mobilizados nesta sexta-feira exclusivamente por causa da abertura da Copa.

O assunto é bastante comentado no país, e há o "risco abstrato" de um ataque. Os responsáveis pela segurança apontaram a partida de abertura e a final de Berlim, no dia 9 de julho, como os alvos mais simbólicos e atrativos para terroristas.

Espaço aéreo

Autoridades estabeleceram uma área na qual foi proibido o sobrevôo de aviões em um raio de 56 quilômetros ao redor do estádio da partida de abertura. Uma frota de aviões da Otan na Alemanha e no Reino Unido começou nesta sexta-feira o patrulhamento aéreo que vai durar até o fim da Copa.

Uma aeronave E3-A a 30 mil pés de altura pode detectar um avião hostil em qualquer altitude e alertar aviões alemães para interceptá-lo. Mas o forte esquema de segurança não atrapalhou o clima da festa de superlativos. Com o apito inicial da partida entre a equipe anfitriã e a Costa Rica, a euforia da Copa definitivamente tomou conta da Alemanha.

Leia mais

  • Data 09.06.2006
  • Autoria (gf/gh)
  • Imprimir Imprimir a página
  • Link permanente http://p.dw.com/p/8bHH
  • Data 09.06.2006
  • Autoria (gf/gh)
  • Imprimir Imprimir a página
  • Link permanente http://p.dw.com/p/8bHH