Ford cancela planos de erguer nova fábrica no México | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 04.01.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Ford cancela planos de erguer nova fábrica no México

Automobilística americana nega ter cedido a pressões de Donald Trump e anuncia investimento de 700 milhões nos EUA. Presidente eleito ameaça GM com tarifas sobre veículos produzidos no país vizinho.

A Ford anunciou nesta terça-feira (03/01) o cancelamento dos planos de erguer uma fábrica no valor de 1,6 bilhão de dólares no México.

Em vez da nova unidade planejada para o estado mexicano de Sán Luis Potosí, a segunda maior empresa automobilística dos Estados Unidos vai investir 700 milhões de dólares na expansão de uma unidade existente no Michigan para produzir veículos híbridos, elétricos e de condução automatizada. Segundo a companhia, o investimento deve gerar 700 novos postos de trabalho.

A empresa informou, no entanto, que a nova geração de modelos Focus será produzida na fábrica que já possui em Hermosillo, no México, para "melhorar a rentabilidade da companhia".

O presidente da Ford, Mark Fields, negou que o cancelamento do investimento no México fosse uma concessão ao presidente eleito dos EUA, Donald Trump, defensor do protecionismo econômico. "Não chegamos a um acordo com Trump. Nós o fizemos por razões de negócios", garantiu.

Fields comentou as promessas de Trump de redução tarifária e menos regulamentações, afirmando que essas reformas "são necessárias para impulsionar a competitividade americana".

Os planos da companhia americana no México haviam sidos criticados por Trump durante a campanha presidencial. Em setembro passado, ele ameaçou aplicar tarifas alfandegárias de 35% aos veículos da Ford produzidos no país vizinho.

O presidente eleito chegou a afirmar que a produção de veículos da Ford em San Luis de Potosí acarretaria em demissões nos EUA, o que Fields negou categoricamente.

Pouco antes do anúncio da Ford nesta terça-feira, Trump havia criticado a General Motors (GM) e ameaçado impor tarifas à montadora ao menos que seus veículos fossem produzidos nos EUA. "A General Motors está enviando o modelo Chevy Cruze feito no México às concessionárias dos EUA sem tarifas. Fabrique nos EUA ou pague uma grande taxa alfandegária", escreveu o presidente eleito no Twitter.

A empresa esclareceu que o modelo sedan do Cruze é produzido no estado americano de Ohio. "Todos os Chevrolet Cruze sedan vendidos nos Estados Unidos são produzidos na fábrica da GM em Lordstrom. A GM produz o Chevrolet Cruze de cinco portas para mercados globais no México, e um pequeno número é vendido nos Estados Unidos", disse a montadora em comunicado.

RC/efe/ap/afp/dpa

Leia mais