1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Finlândia anuncia que Turquia está disposta a abrir porto ao Chipre

Finlândia anunciou que Turquia quer abrir um porto a navios do Chipre, obedecendo exigência da UE para continuar negociando sua candidatura ao bloco. Os 25 países analisam agora as condições impostas pelo governo turco.

default

Navios cipriotas em breve no Estreito de Bósforo?

A Finlândia anunciou em Bruxelas nesta quinta-feira (7/12) que Ancara declarou disposição de abrir um de seus portos para transportes do Chipre. Segundo diplomatas finlandeses, também teria sido oferecida a abertura de um aeroporto para aviões cipriotas.

Estas são precondições impostas pela União Européia para o prosseguimento das negociações pelo ingresso da Turquia no bloco. Ancara vinha resistindo, pois não reconhece o governo do Chipre.

Os representantes dos 25 países-membros da União Européia (UE) se reunirão nesta sexta-feira em Bruxelas para analisar a proposta turca. A Turquia tenta, desta maneira, evitar a suspensão parcial das negociações pelo seu ingresso na União Européia, um tema que está na pauta da conferência de cúpula da UE na próxima semana. Próxima semana será decisiva

Segundo o ministro finlandês do Exterior, Erkki Tuomioja, "a abertura do porto sem a imposição de condições" poderia evitar um esfriamento nas negociações pelo ingresso da Turquia no bloco. Este retardamento seria discutido na próxima segunda-feira pelos ministros das Relações Exteriores dos 25 países da União Européia.

O presidente da Comissão Executiva da UE, João Manuel Durão Barroso, destacou que, "se a oferta for confirmada, será um importante passo no cumprimento do Protocolo de Ancara. Este documento amplia a união alfandegária entre a Turquia e a União Européia aos dez novos membros do bloco a partir de 2004, entre os quais o Chipre.

Por causa do até agora não-cumprimento do protocolo pela Turquia em relação ao Chipre, a Comissão havia sugerido aos ministros que se reúnem na próxima segunda-feira a suspensão temporária de oito dos 35 pontos das negociações com a candidata Turquia. (rw)

Leia mais