Filme de ficção científica possibilita passeio por cenários berlinenses | Conheça os destinos turísticos mais famosos da Alemanha | DW | 12.02.2011
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Turismo

Filme de ficção científica possibilita passeio por cenários berlinenses

O crematório de Treptow, o abrigo de animais de Falkenberg, a Casa das Culturas do Mundo – Berlim foi cenário de filme de ficção científica, que previa população mundial dizimada em 2011.

default

Túnel de vento da aeronáutica, construído em 1932: um dos cenários do filme em Berlim

Aeon Flux - Haus der Kulturen

Theron escala uma cúpula modernista

Na verdade, a diretora nova-iorquina Karyn Kusama tinha planejado inicialmente usar Brasília como cenário futurista para seu filme Aeon Flux (2006). Kusama, entretanto, acabou trocando os prédios de concreto de Brasília pelos de Berlim.

Estrelado por Charlize Theron, a sul-africana que ganhou o Oscar de Melhor Atriz por sua participação em Monstro, o filme se passa em 2411 e conta a história de uma sociedade opressora que habita a cidade de Bregna, isolada do resto do mundo, depois de um vírus ter praticamente dizimado a população mundial em 2011.

Entre escapadas e conspirações, Aeon Flux permite um delicioso passeio pela arquitetura contemporânea e antiga de Berlim.

"Os terraços de Sanssouci, as colunas da embaixada mexicana, o Jardim Chinês em Marzahn, e ainda o Arquivo da Bauhaus, o Teatro Renascença, o Estádio Olímpico e o novo abrigo de animais – nunca se passeou tanto por Berlim em um filme de Hollywood", comentou o Berliner Zeitung na época do lançamento. "A gente pode ficar orgulhoso mesmo, ao ver que a nossa cidade aparece cool e futurista neste filme", acrescenta o jornal.

Das Haus der Kulturen der Welt in Berlin

Casa das Culturas do Mundo, construída em 1957

No filme, Charlize Theron, aliás, a agente secreta Aeon Flux, mora no Arquivo da Bauhaus e vai à feira na embaixada mexicana. Mas o cenário de suas ações não se restringe à arquitetura atual de Berlim. A agente do grupo de resistência clandestino passeia pelos terraços rococós de Sanssouci, escala cúpulas modernistas e conversa com sua superiora no Teatro Anatômico, joia pouco conhecida da arquitetura berlinense do final do século 18.

De asilo de animais a complexo governamental

Aeon Flux - Tierheim

Um pouco de maquiagem gráfica e o abrigo de animais virou sede do governo de Bregna

Um dos mais belos exemplos da nova arquitetura berlinense, o abrigo de animais projetado pelo arquiteto berlinense Dietrich Bangert, construído para abrigar de 600 a 700 pequenos animais e inaugurado em 2001, tornou-se o principal set de filmagens do filme de Karyn Kusama. No filme, o abrigo em Berlim-Falkenberg aparece como o edifício do complexo governamental de Bregna.

Talvez pelo brutalismo arquitetônico, este novo exemplo de arquitetura berlinense serviu para representar a visão da diretora para a arquitetura de uma sociedade opressora do futuro.

De sala de condolências à sala de estar dos tiranos

Aeon Flux - Krematorium

De sala de condolências à sala de estar: para alguns, o crematório de Treptow é bastante cênico

Concluído em 1998, o crematório localizado no bairro berlinense de Treptow e projetado por Axel Schultes, o arquiteto da Chancelaria Federal, é um projeto bastante discutido. Apesar da austeridade do concreto aparente, o peristilo da sala de condolências é criticado como cênico demais.

Um prato cheio para a diretora norte-americana que transformou a sala de condolências do crematório berlinense na sala de estar dos tiranos de Bregna.

Arquitetura rococó sem preocupação

Aeon Flux - Sanssouci

Caminhando sem preocupação pelas escadarias do Palácio Sanssouci

Construído por Frederico o Grande, em meados do século 18, como residência de verão do imperador prussiano, o Palácio Sanssouci, em francês "sem preocupação", foi uma das poucas locações que manteve sua função original no filme de Karyn Kusama.

Patrimônio histórico da humanidade e localizado em Potsdam, a 50 quilômetros de Berlim, os vinhedos do terraço de Sanssouci continuarão sendo um excelente local de passeio e uma imperdível atração turística, mesmo daqui a 400 anos.

Cena de amor na estação de tratamento de água

Aeon Flux - Wasserwerk

Abóbadas da estação de tratamento de água: uma história de amor nas areias

Orgulho da engenharia do final do século 19, a estação de tratamento de água de Berlim-Friedrichshagen fornece ainda hoje água tratada nas areias de suas abóbadas para alguns bairros berlinenses.

No prédio, onde hoje também funciona um museu, Theron se encontra clandestinamente com o ator neozelandês Marton Csokas, o galã do filme, no papel de Trevor Goodchild, descobrindo assim o seu amor antes de salvar a humanidade.

Final feliz

É evidente que, assistindo Aeon Flux ou visitando Berlim, a promessa é grande de um final feliz.

Aeon Flux - Garten

O filme também mostra um dos muitos jardins berlinenses

Leia mais