1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Fifa premia gols cinematográficos na Berlinale

'Como se fosse ontem', dos brasileiros Roberto Seba e Gustavo Moraes, foi um dos 45 filmes de curta-metragem sobre futebol premiados na Berlinale. Jovens diretores de 75 países mostram significado e emoção do futebol.

default

Beckenbauer (centro) com os diretores premiados

"Por que você ama o futebol?" foi a pergunta com que jovens diretores e produtores de cinema de todo o mundo foram convocados a participar do concurso de talentos universitários "Shoot Goals! Shoot Films", promovido pela Berlinale e a Federação Internacional de Futebol (Fifa). Quarenta e cinco dos 611 curtas de 75 países inscritos foram premiados, nesta terça-feira (15/02), na Casa das Culturas do Mundo, durante o Festival Internacional de Cinema de Berlim.

Um dos vencedores foi Como se fosse ontem, dos brasileiros Roberto Seba e Gustavo Moraes, que narra o momento emocionante em que uma garota encontra o amor de sua vida, numa jogada de ataque em pleno campeonato de futebol de rua, disputado por equipes infantis mistas. Um momento que transformou definitivamente a vida dos dois personagens principais.

"É a história da final de um campeonato infantil de bairro do ponto de vista de dois jogadores de times opostos. O curta possui uma narrativa não-linear, uma vez que a história é contada pelos personagens principais muitos anos depois", explicou Roberto Seba, em entrevista à DW-WORLD.

Ele disse que ficou bastante surpreso com a premiação, mas também "um pouco desapontado com o fato de o Brasil ter tido apenas um filme na competição. Um país que é conhecido como país do futebol, não poderia deixar de estar nesta seleção".

Seba já havia se destacado anteriormente com produções de curta metragem, como Brasil Urbano – Classe Média, no Festival Internacional CurtaCinema 2004, no Rio de Janeiro. Produziu também Pobre Diabo (2003), Minuto Final (2002) e Puzzle – Projeto Pomar (2001).

Programa cultural da Copa 2006

A premiação dos curtas sobre futebol marcou o início do programa cultural do Campeonato Mundial de Futebol de 2006 na Alemanha. Não só o fato de um jogo e um filme, em geral, terem a mesma duração (90 minutos) mostra que cinema e futebol têm algo em comum. "Em todo jogador de futebol também mora um ator, como se vê a cada fim de semana nos estádios", disse o diretor da Berlinale, Dieter Kosslick.

A entrega dos prêmios foi feita pelo presidente do Comitê Organizador da Copa, Franz Beckenbauer, que se mostrou impressionado com a repercussão internacional do concurso. "Eu não imaginava que o assunto fosse empolgar tanta gente a mais de um ano da Copa", disse.

Talent Campus Shoot Goals! Shoot Movies! Berlinale 2005 Kuh

Também a matéria-prima do futebol foi focalizada nos curtas do Talent Campus

Fantasia e realismo

Quando se fala em Copa do Mundo, pensa-se, antes de mais nada, nos craques famosos, no enorme poder dos patrocinadores, num negócio milionário. Os curtas enviados a Berlim pelos jovens diretores mostram que futebol é bem mais do que isso. Com verdadeiros gols cinematográficos, eles abordam o fenômeno do futebol , às vezes, sob a perspectiva da crítica social, outras vezes com humor.

Um dos curtas, por exemplo, é um desenho animado que conta a história de uma bola de futebol que tem medo de ser chutada. Uma outra bola tenta tirar-lhe esse medo. Mas seus temores só se dissipam quando conhece um jogador e se apaixona por ele.

Mais realistas são filmes como Pênalti, que documenta uma partida de futebol entre prisioneiros na Colômbia. Os vigias estão sentados ao redor do campo, com as armas ao alcance da mão. "O futebol diminui tensões", explica um dos seguranças.

Talent Campus Shoot Goals! Shoot Movies! Berlinale 2005 Goethe

Shoot Goals! Shoot Movies! na terra de Goethe

Feelings, uma contribuição alemã, mostra um banho de emoções. Ele focaliza os rostos de jovens torcedoras, entre o choro e a esperança, num estádio lotado. Way to go, igualmente da Alemanha, tenta mostrar que também as mulheres sabem deitar e rolar a bola no gramado.

Os 45 filmes premiados serão exibidos em cinemas e estádios durante a Copa 2006 e mostrados em todo o mundo pelo Instituto Goethe. O concurso de curtas sobre futebol na Berlinale foi o primeiro dos 18 projetos do programa cultural do Mundial, que inclui, entre outros eventos, exposições, festivais de teatro e até um espetáculo de dança chamado Maracanã, da coreógrafa brasileira Deborah Colker.

Leia mais

  • Data 16.02.2005
  • Autoria (gh)
  • Imprimir Imprimir a página
  • Link permanente http://p.dw.com/p/6G4O
  • Data 16.02.2005
  • Autoria (gh)
  • Imprimir Imprimir a página
  • Link permanente http://p.dw.com/p/6G4O