1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Fifa estuda mudar regras para aumentar média de gols da Copa

A Fifa está estudando diversas alternativas para deixar os jogos de Copa do Mundo mais ofensivos e, com isso, com maior número de gols. Esta edição registra até agora uma média de 2,27 gols por partida, a mais baixa desde o Mundial da Itália, em 1990.

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, defende mudanças que possam ajudar os atacantes a furar cada vez mais o bloqueio das defesas adversárias. "Teremos um longo encontro com os treinadores das 32 equipes do Mundial, que contará ainda com árbitros, médicos e o Grupo de Estudo Técnico da Fifa para ouvir o que têm a dizer para que o futebol seja ainda mais atrativo para o público."

Entre as medidas estudadas estão a que prevê o aumento do tamanho do gol e outra que modifica as regras de impedimento. Mas Blatter já descartou uma idéia apresentada e que tinha como objetivo reduzir o número de atletas em campo para dez.

Se não forem marcados gols na final deste domingo, entre Itália e França, e na disputa pelo terceiro lugar, entre Alemanha e Portugal, um dia antes, a média de gols do atual torneio ficará em 2,20 por jogo, abaixo dos 2,21 registrados na Itália, que entrou para a história das Copas como a mais baixa.

Avaliação do Mundial No outono europeu, a Fifa e a Uefa promoverão um encontro com as 32 seleções participantes da Copa na Alemanha. O objetivo é avaliar como foi a competição. A arbitragem também deverá comparecer e analisar o Mundial. Foi a segunda vez que a Alemanha sediou uma Copa do Mundo, sendo campeã quando foi palco do evento em 1974.

Leia mais