1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Futebol

Fifa bane ex-executivo Chuck Blazer

Comitê de ética da entidade máxima do futebol afirma que o americano, ex-membro de seu comitê executivo e ex-secretário-geral da Concacaf, foi peça-chave em esquemas de suborno e corrupção.

O ex-executivo da Fifa Chuck Blazer foi banido pelo resto da vida de todas as atividades ligadas ao futebol. O comitê de ética da Fifa disse nesta quinta-feira (09/07) ter baseado sua decisão em investigações em resposta a fatos apresentados por promotores dos Estados Unidos.

Blazer, atualmente com 70 anos, foi membro do comitê executivo da Fifa, entre 1997 e 2003, e secretário-geral da Concacaf, de 1990 até 2011. Em 2013, o americano admitiu secretamente ser culpado de acusações de suborno e corrupção e coopera com as autoridades desde 2011, segundo um

acordo revelado por promotores americanos

no mês passado.

"Blazer cometeu repetidamente muitos e diversos atos de má conduta durante o período em que atuou em influentes posições na Fifa e na Concacaf", disse a Fifa em comunicado. "Como autoridade do futebol, ele foi peça-chave em esquemas envolvendo a oferta, a aceitação e o recebimento de pagamentos ilegais, subornos e propinas, assim como outros esquemas de fazer dinheiro."

Segundo a entidade máxima do futebol, Blazer também quebrou regras da Fifa em termos de lealdade, confidencialidade e conflitos de interesse.

A Fifa abriu uma investigação contra Blazer após um esquema de corrupção da Concacaf ser revelado, em 2012. O processo havia sido interrompido em 2013 devido a problemas de saúde do ex-executivo. Ele perdeu mais de 1,9 milhão de dólares na época de sua confissão e concordou em pagar mais quando for sentenciado.

A vida de Blazer pode virar filme: os direitos para um livro sobre sua carreira no mundo do futebol foram comprados no mês passado.

LPF/rtr/ap

Leia mais