1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Fifa assume estádios da Copa

Para últimos ajustes, entidade passa a controlar centros de treinamento e proíbe jogos nas arenas 15 dias úteis antes do início do Mundial. Exceção é o Itaquerão, que deve ter mais um evento-teste.

Faltando 23 dias para o início da Copa do Mundo, os estádios que sediarão as 64 partidas do torneio começaram nesta quarta-feira (21/05) a passar para a tutela da Fifa. Os primeiros palcos a serem entregues são as Arenas Pantanal, em Cuiabá, das Dunas, em Natal, e Fonte Nova, em Salvador. No dia seguinte, será a vez dos oito estádios restantes.

A exceção é o Itaquerão, local do jogo de abertura do Mundial, entre Brasil e Croácia, em 12 de junho. O estádio do Corinthians deve receber ainda mais uma partida do Campeonato Brasileiro como evento-teste. A ideia é testar a capacidade máxima da arena, usando a arquibancada provisória.

"O segundo evento-teste antes da abertura acontecerá na Arena de São Paulo em 01/06. A CBF deve remanejar um jogo do Campeonato Brasileiro. Para nós é vital que todas as instalações sejam testadas em condições totais de jogo”, disse, pelo Twitter, o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke.

No último domingo, a nova casa do Corinthians teve a sua primeira partida oficial. Se o acesso à arena e a certeza de que a área no entorno comporta uma vazão maior do que os 37 mil torcedores presentes são os pontos positivos, a infraestrutura interna, nos locais de trabalho e principalmente nas arquibancadas, deixa a desejar. Vias de acesso e instalações para a imprensa estão precários. A internet ainda funciona de maneira instável, e há goteiras na tribuna de imprensa.

É notório que a arena ainda está em obras, assim como também é notório que a Fifa já aceitou o fato de que o estádio não estará 100% pronto na Copa. As arquibancadas provisórias e o setor Oeste (aquele que sofreu o acidente do guindaste) não receberão um teto, e as áreas inacabadas terão uma tela de sombreamento para esconder o aspecto inacabado da estrutra.

Apesar de o estádio ainda parecer um canteiro de obras, o torcedor pouco foi confrontado com essa realidade. E assim também vai ser no Mundial. A parte funcional do estádio ainda preocupa a Fifa, mas, levando-se em conta o ir e vir dos torcedores, a entidade e o presidente do Comitê Organizador Local (COL) consideraram o evento-teste um sucesso.

Clubes sem casa

O cronograma de entrega estipulado pela entidade máxima do futebol determina que os estádios tenham que estar à disposição 15 dias úteis antes da primeira partida. Neste período, os estádios recebem os últimos ajustes, como treinamentos de voluntários e de segurança.

WM 2014 Arena Gremio

Arena Grêmio não está na Copa, mas é campo de treinos e Grêmio terá que atuar fora de Porto Alegre

Além disso, a partir do momento em que as arenas passarem ao comando da Fifa, ela responde por todas as decisões que possam e precisam ser tomadas. Itens como alimentação, bilheterias, ingressos, serviços de telecomunicações, credenciamentos, compra e venda de produtos e estruturas provisórias, entre outras atividades, são completamente responsabilidades da Fifa. A segurança também, mas com apoio do governo federal.

Seguindo essa regra, nenhuma partida de futebol pode ser realizada nestes estádios, e equipes como Flamengo, Cruzeiro, Internacional e Atlético Paranaense terão seus jogos realocados para longe de seus domínios.

Além dos estádios, a Fifa também receberá nesta semana os 24 campos que servirão como locais para os treinamentos das seleções ao longo da competição. Entre eles estão o Pacaembu, em São Paulo, São Januário, no Rio de Janeiro, o Independência, em Belo Horizonte, o Couto Pereira, em Curitiba, o Barradão, em Salvador, e a Arena do Grêmio, em Porto Alegre.

Leia mais