1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Ficção sobre rodas

Em miniperformance, diretor encena "What are you afraid of?" com dois atores a bordo de um Citroën DS. Para um público de três espectadores, espremidos no banco de trás durante duas horas pelas ruas de Berlim.

default

Citroën DS: palco e platéia de peça que tem Berlim como cenário

A distância que separa "palco" de "platéia" é reduzida ao mínimo. Alguns centímetros. Os três espectadores podem até sentir o cheiro dos dois atores. Enquanto estes falam, se olham, respiram, se beijam e até simulam uma cena de sexo. Tudo isso sem reclinar os bancos da frente, o que causaria um atrito imediato e concreto com os joelhos dos três espectadores, sentados no banco de trás.

À margem do establishment

Tom Stromberg, Porträt

Tom Stromberg

A idéia do diretor Stefan Pucher, produzida por Tom Stromberg (ex-diretor do Schauspielhaus, de Hamburgo), é circular com os dois atores e os três espectadores pelas "margens" de Berlim, mostrando faces não exatamente elegantes da cidade.

Disso fazem parte arranha-céus semiabandonados, o gigantismo de shopping centers na periferia e bairros em que o anonimato é tamanho que "as ruas passam a não ter mais nomes e sim números", comenta o crítico do Süddeutsche Zeitung, após servir de espectador de uma das encenações.

Aufbau Ost Allee der Kosmonauten Plattenbau

Bairro de arranha-céus no leste de Berlim

A peça tem um homem, melancólico e mal-humorado, que sai pelas ruas de Berlim. No caminho, uma mulher pede carona, entra no carro e já anuncia o tom do diálogo: "Eu poderia ser o seu pior pesadelo". O pesadelo, no caso, acaba sendo simbolizado pelos confins da cidade por onde os dois passam e são observados com atenção por pedestres, atentos ao Citroën enorme e azul de 35 anos de idade.

Claustrofobia

O fato de que o espectador não pode se levantar e ir embora, diz o crítico do Süddeutsche Zeitung, dá um tom de claustrofobia. Do lado de fora, a noite fria de Berlim, com figuras esdrúxulas e ocasionais. "Raramente uma vivência teatral merece literalmente o título experiência como esta", comenta o Berliner Zeitung. No contexto em que um acidente de trânsito, por exemplo, causaria, na pior das hipóteses, a morte do público.

Richard Dresser Schriftsteller

Richard Dresser

Passada a encenação, os espectadores voltam à realidade e se despedem da ficção sobre rodas. Diante de um contingente de tão poucas entradas para a peça, conseguir uma se torna uma raridade. A maioria é distribuída apenas para jornalistas e convidados do patrocinador.

Depois de Berlim, o velho Citroën azul passeia com What are you afraid of? (De que você está com medo?), de Richard Dresser, por outras sete cidades alemãs.

Leia mais