1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Feyisa Lilesa

Em vez de celebrar a prata na maratona, o etíope Feyisa Lilesa protestou. O gesto na chegada com os braços cruzados era uma forma de repudiar o governo do país, que tem reprimido manifestações violentamente.

"O governo está matando o meu povo, o povo Oromo. É perigoso falar sobre isso, mas os países ocidentais apoiam esse governo. Por quê? Talvez me matem quando eu voltar", explicou.