1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Festival em São Paulo promove a sustentabilidade na arte

Prototype oferece aos visitantes a oportunidade de participar de manifestações artísticas inusitadas e discutir maneiras de incorporar a sustentabilidade em seu cotidiano.

Numa cidade carente de espaços públicos como São Paulo, a praça Victor Civita é o cenário ideal para a segunda edição do Prototype – Festival de Sustentabilidade na Arte, evento que busca, através de atividades comunitárias, discussões e muita arte, criar um ambiente em que os visitantes podem compartilhar e experimentar maneiras de incorporar a sustentabilidade à vida cotidiana. O evento foi inspirado no festival Überlebenskunst (Arte da sobrevivência), que aconteceu em Berlim em agosto de 2011.

"O Überlebenskunst questionava a relação entre arte e sustentabilidade, apresentando artistas que lidam com a questão e ao mesmo tempo propondo projetos e ações de compartilhamento e a participação ativa do público. A concepção do Prototype aconteceu na mesma época de festivais e iniciativas de melhoria da cidade e de cidadania ativa, algo que também está em evidência em nossa proposta", diz Isabel Hölzl, do Instituto Goethe de São Paulo, responsável pela realização do evento, que ocorre neste sábado (12/04) e domingo.

A edição deste ano conta com instalações, música ao vivo, bate-papos, intervenções de artistas nacionais e internacionais, ações participativas e um piquenique coletivo. Outro ponto importante é que o evento se esforça para ser autossuficiente em termos energéticos, utilizando somente energia provida por pedaladas de bicicleta, além do desafio de consumir o mínimo de energia elétrica.

Recursos locais

Nesse ano, os organizadores buscaram artistas que se posicionam claramente em relação à temática da sustentabilidade. Um dos destaques é Fonte Efêmera, escultura do artista e estilista paulistano Jum Nakao, criada especialmente para o festival. Ele relaciona o livre arbítrio humano com o conceito de sustentabilidade, questionando o público e incentivando a reavaliação de velhos princípios.

Prototype - Festival for Sustentability in Art

A instalação sonora "Fruta faz Música", dos artistas Jan Brokof e Gregor Knüppel, é um dos destaques do festival

"O foco de 2014 está nas iniciativas próprias, na vizinhança e na participação. Dessa forma o festival lida com os recursos que já existem localmente e convida coletivos e movimentos de Pinheiros [bairro onde ocorre o evento] a proporem atividades e se apresentarem. Dessa forma, construímos um fórum de ideias já existentes e outras que estão para brotar", explica Hölzl.

Coletivos e movimentos urbanos como o Gangorra, Rios e Ruas, Horta das Corujas, Bike Party e A Batata Precisa de Você vão propor ao público atividades e intervenções que relacionam sustentabilidade e arte, além de promover oficinas de temas como horta urbana e o uso de bicicletas para a produção de energia limpa renovável. O coletivo CRU entende bem do assunto, e vai mostrar como explorar todas as potencialidades das bicicletas, ativando um cinema através de pedaladas.

O festival convidou músicos das ruas de São Paulo, como Teko Porã e Slap Acústico, para participar do evento. Também estão programadas performances musicais dos grupos Voodoohop + Keroøàcidu Suäväk, que faz experimentações sonoras e performáticas, unindo música, artes cênicas e visuais, e Chippanze, que transforma velhos videogames em controladores musicais eletrônicos.

"Na área musical, optamos por uma curadoria de músicos que já lidam com poucos recursos energéticos, que tocam nas ruas de São Paulo ou organizam festas de rua e, além de apresentarem sua arte, procuram através dela melhorar a cidade", conta a organizadora do evento, que também destaca as instalações criadas por artistas de São Paulo e Berlim junto com alunos do CEU (Centro Educacional Unificado) Jaguaré.

Intercâmbio sustentável

Uma das capitais artísticas e sustentáveis da Europa, Berlim também está presente no festival em São Paulo. Um dos grandes destaques é a instalação sonora participativa dos artistas Jan Brokof e Gregor Knüppel, cujo fundamento é uma bateria alimentada por frutas e metais, usada para o controle do som eletrônico. Cada fruta tem seu próprio som, influenciado por umidade, temperatura e maturidade.

Prototype - Festival for Sustentability in Art

A dupla berlinense 44flavours criou uma escultura na praça Victor Civita

"A instalação sonora Fruta faz Música é um enorme desafio, já que a energia é gerada através de frutos cítricos, que com a ajuda dos participantes precisam ser constantemente trocados para manter a instalação viva. O fato de a geração de energia para o festival ser feita unicamente através das bicicletas geradoras é um desafio para a produção, pois contamos com a energia do público para ativar diversas atividades", conta a curadora.

Além do trabalho de Nakao, a praça também recebe esculturas criadas pelos paulistanos do Urban Trash Art e da dupla de artistas berlinenses 44flavours, que vai atrás de objetos antigos e inúteis, mas que guardam histórias curiosas, para construir suas instalações.

"Acreditamos que o intercâmbio enriquece a discussão para os dois lados e todo mundo aprende com isso. As realidades [de Brasil e Alemanha] são diferentes, mas o desejo de melhorar é o mesmo. Temos a sorte de contar com a praça Victor Civita, onde os artistas poderão desenvolver suas obras e estar em contato uns com os outros. Diversos formatos dialógicos vão fomentar ainda mais a troca de ideias", afirma Hölzl.

Uma das mais inovadoras atrações do festival é a palestra com o artista Pablo Wendel. Ele é fundador da Performance Electrics, uma empresa de fornecimento de energia elétrica produzida através da arte, a chamada Kunststrom.

"No discurso da sustentabilidade não existem receitas. Com nosso festival queremos estimular e provocar questionamentos, mas com a ideia de ser um experimento que sempre pode ser melhorado. Afinal, situação e condições do local e do momento é que definem as possibilidades de colaboração", resume a organizadora.

O Prototype – Festival de Sustentabilidade na Arte acontece nos dias 12 e 13 de abril na praça Victor Civita em São Paulo.

Leia mais