Festival em Bonn coloca Beethoven ″na luz″ | Página especial sobre o Festival Beethovenfest, em Bonn | DW | 25.08.2009
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Beethovenfest

Festival em Bonn coloca Beethoven "na luz"

A idealização romântica do artista é foco temático do Beethovenfest 2009. Entre os astros: Pollini, Nagano, Metzmacher, Dudamel, Paavo Järvi e Sol Gabetta. Mas também há lugar para o público jovem. Com direito a hip-hop.

default

O slogan do festival Beethoven de Bonn em 2009 é "Na luz – A idealização romântica do artista". Assim sua diretora artística, Ilona Schmiel, explica a escolha: "A influência de Beethoven não marcou apenas a música do Romantismo. Também durante sua vida, o solista se destacou como personalidade musical cada vez mais autônoma. Este foi o ponto de partida para o ideal romântico do artista: o nascimento do culto do star e do gênio, que define nosso mundo musical de hoje".

Contudo, além do foco nas "luzes da ribalta", o Beethovenfest pretende também iluminar "modelos orquestrais inovadores" e novas formas de olhar o aparentemente já conhecido.

Velhos conhecidos

Die Deutsche Kammerphilharmonie Bremen und Paavo Järvi, Dirigent

Filarmônica de Câmara de Bremen e Paavo Järvi

O evento, que transcorre este ano de 4 de setembro a 3 de outubro, atrai alguns astros e virtuoses que já são praticamente "da casa": tanto os regentes Kent Nagano, Ingo Metzmacher e o venezuelano Gustavo Dudamel, quanto a violoncelista Sol Gabetta, natural de Córdoba, e o "deus do piano" Maurizio Pollini.

Entre os pilares do programa do Beethovenfest 2009 constam a execução das 32 sonatas pianísticas do compositor homenageado; um fim de semana dedicado ao gênero instrumental "quarteto de cordas"; além dos grandes oratórios de Georg Friedrich Händel e Felix Mendelssohn-Bartholdy, ambos completando jubileu este ano. A Filarmônica de Câmara de Bremen, sob a batuta do estoniano Paavo Järvi, apresentará ainda a integral das sinfonias beethovenianas.

Democracia e música

Beethovenfest Peter Gülke

Peter Gülke

Pela nona vez consecutiva realizou-se a oficina copromovida pela Deutsche Welle "Campus de Orquestra", tendo como convidada a orquestra da Vietnam National Academy of Music Hanoi. Essa escola superior mantém cooperações com instituições de ensino musical em todo o mundo, e sua orquestra participa regularmente de turnês internacionais.

O maestro e professor de música Peter Gülke rege o concerto conclusivo do workshop, cujos ensaios se distribuíram entre Hanói e Bonn. O programa deste ano é dedicado a Ludwig van Beethoven e a Robert Schumann.

Alter Kanzlerbungalow in Bonn

Palácio Schaumburg, em foto de 1964

Como já é de tradição, locais de relevância política da ex-capital alemã serão palco de eventos musicais. Comemorando o 60º aniversário da assembleia constituinte do Parlamento alemão, em 7 de setembro de 1949, a série "Caminho da Democracia" apresenta um panorama musical de seis décadas de República Federal da Alemanha.

Cada um dos seguintes locais politicamente importantes trará à vida uma década: o Palácio Schaumburg, a velha estação de abastecimento de água Altes Wasserwerk, o antigo salão plenário do Bundesrat (câmara alta do Parlamento), o Museu Koenig, a Casa da História e o prédio da Deutsche Welle.

Classic meets hip-hop

Martin Grubinger

Martin Grubinger

O projeto "Hip hopt Klassik" confronta a plateia infanto-juvenil com jovens músicos de orientação contrastante: o quarteto de cordas Minguet e o grupo de hip-hop Einshoch6, de Munique, formado por rappers e músicos eruditos e pop.

O documentarista Enrique Sánchez Lansch ( Rhythm is it) apresenta o ciclo "Look at Beethoven", dedicado a filmes de jovens cineastas que tratam tanto do compositor clássico-romântico como do efeito da música.

Concertos de estreantes e músicos recém-premiados complementam o programa para as novas gerações. Entre os destaques, o violinista David Garrett e o percussionista Martin Grubinger, que já fascinou a cidade natal de Beethoven em ocasiões anteriores.

AV/dw
Revisão: Roselaine Wandscheer

Leia mais

Links externos