1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Brasil

Festival de cinema brasileiro passa por três países de língua alemã

A 9ª edição do festival itinerante de cinema Brasil Plural está levando produções audiovisuais brasileiras, além de programação musical e fórum de discussão, a 12 cidades da Alemanha, Áustria e Suíça.

default

Oficinas, palestras e workshops integram a programação do festival de cinema Brasil Plural

O Brasil Plural é o maior festival itinerante de cinema brasileiro da Europa. O evento acontece há nove anos. Em 2006, a programação inclui curtas e longas-metragens, vídeos da mostra paralela Revelando os Brasis, fórum de discussão e o programa musical Brasil Plural Musik. Todos os filmes são mostrados em português, com legendas em alemão.

Este ano, o evento começou em outubro e passará por Munique, Hamburgo, Berlim, Freiburg, Frankfurt, Colônia, Stuttgart, Bremen, Jena e Dormund, na Alemanha, e também Salzburgo, na Áustria, e Berna, na Suíça. O festival tem previsão de encerramento no dia 27 de janeiro de 2007.

Film Brasil Plural

Fantasias infantis são tema do curta Sonho de Criança

De acordo com Márcia Paraíso, curadora e produtora do Brasil Plural, a proposta é "revelar um Brasil multifacetado, provocar o interesse na nossa cultura, abrir espaço para filmes que dificilmente seriam exibidos no exterior e formar público para o cinema brasileiro".

Brasil sob múltiplos ângulos

A programação do Brasil Plural é a mesma em todas as cidades. São dois programas de curtas, que englobam 15 produções provenientes de diversas partes do Brasil e cujos temas são igualmente variados: do amor ao ciúme e do luto à prostituição, os filmes abordam aspectos antropológicos, sociológicos e etnográficos.

Na mostra de longas, cinco filmes serão exibidos: Fábio Fabuloso, que conta em tom de fábula a trajetória do paraibano Fábio Gouveia, considerado o maior surfista brasileiro de todos os tempos; O Olhar Estrangeiro, um documentário sobre a visão que o cinema mundial faz do Brasil; Tainá, Uma Aventura na Amazônia, no qual uma pequena índia órfã enfrenta contrabandistas de animais na Amazônia; A Marvada Carne, comédia de 1985 sobre uma garota simples, do interior, que está disposta a tudo para se casar; e Nina, que narra a história de uma jovem pobre à procura de meios de sobrevivência.

Film Brasil Plural

Cena do filme 'Daqui Nóis Não Arreda o Pé', da mostra Revelando os Brasis

A mostra paralela Revendo os Brasis consiste de uma seleção de cinco documentários produzidos por moradores de municípios brasileiros com até 20 mil habitantes. São obras que buscam registrar a memória e a diversidade cultural e revelar novos olhares sobre o Brasil.

Segundo Paraíso, o público deste evento se caracteriza principalmente por seu engajamento: "Essa platéia não exige qualidade de realização. Fica impressionada com o programa e com a possibilidade de poder conhecer universos como aqueles ali registrados," revela.

Já o fórum de discussão Brasil Mais Plural apresenta quatro produções do grupo de capacitação técnica Nós do Cinema, criado no Rio de Janeiro, em 2000, quando jovens de comunidades de baixa renda foram selecionados para compor o elenco do filme Cidade de Deus. Os temas abordados são referentes à realidade da vida nas favelas cariocas.

Os DVDs Fernanda Porto ao Vivo, de Fernanda Porto, e Barulhinho Bom, de Marisa Monte serão apresentados ao público na programação do Brasil Plural Musik.

Palestras, oficinas, workshops e debates completam o programa do festival. Em Hamburgo, por exemplo, o Prof. Dr. Tunico Amâncio, da Universidade Federal Fluminense de Niterói, falou sobre cinema latino-americano.

Cinema brasileiro no circuito internacional

Film Brasil Plural

Realidade das favelas cariocas é revelada na Mostra Brasil Mais Plural

Para Márcia Paraíso, curadora e produtora do Brasil Plural, a atenção internacional pelo cinema brasileiro tem crescido em consequência de um maior interesse pelo país, "devido à divulgação de conquistas e avanços sociais e de um Estado democrático, com um presidente popular e carismático," diz. "É impressionante como o resultado da transformação política brasileira refletiu numa grande curiosidade pelo país" completa.

Entre as características que mais chamam a atenção dos distribuidores internacionais, Paraíso destaca "uma sede pelo novo", que pode ser traduzida em linguagem e estética. "Não é só uma questão de conteúdo, mas do conjunto da obra. Os filmes que mais agradam são os que rompem o padrão 'hollywoodiano' e possibilitam concluir 'isso é cinema brasileiro," explica.

A curadora do Brasil Plural se diz otimista com a possibilidade de uma abertura ainda maior do mercado alemão. "Temos grande expectativa em torno do recém assinado acordo bilateral de co-produção audiovisual Brasil-Alemanha," revela. O acordo foi firmado em fevereiro último e busca desenvolver a cooperação entre os dois países na área cinematográfica.



Leia mais

Links externos