1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Ferraris dominam primeiro treino livre em Ímola

Schumacher lidera; Barrichello é segundo mais rápido. Chuva favorece equipe italiana. Massa surpreende com oitava colocação.

default

Michael Schumacher (e) e Rubens Barrichello (d) fizeram os melhores tempos

Os pilotos da Ferrari, Michael Schumacher e Rubens Barrichello, dominaram o primeiro dia de treinos livres para o GP de San Marino, nesta sexta-feira (12), em Ímola. Correndo em pista molhada e escorregadia, os dois fizeram os melhores tempos do dia. Seus principais rivais, o colombiano Juan Pablo Montoya e o alemão Ralf Schumacher, da BMW-Williams, ficaram apenas com o nono e décimo tempos.

"Se estas condições persistirem, nós temos uma vantagem. Se a pista secar, a situação pode se inverter", disse Schumacher, depois do treino, esperando que se confirme a previsão de chuvas durante a corrida. Graças à superioridade dos pneus Bridgestone, a dupla da Ferrari distanciou-se 1s849 das equipes da McLaren-Mercedes e Williams-BMW, que usam pneus Michelin.

Surpresa - Schumacher fez os 4,933 km do autódromo Enzo e Dino Ferrari em 1min36s898. Ele defendeu o melhor tempo, apesar de ter rodado três vezes e saído da pista, a 14 minutos do final do treino. Barrichello, pela primeira vez em seu novo Ferrari F2002, foi 0s196 mais lento. O terceiro melhor tempo, com uma diferença de 1s195, foi do italiano Giancarlo Fisichella, da Jordan-Honda, também equipado com pneus Bridgestone.

As grandes decepções do dia foram os maiores rivais dos ferraristas: Montoya e Ralf Schumacher, da BMW-Williams. "Ainda temos que trabalhar muito", disse Ralf, décimo colocado. Já Heinz-Harald Frentzen, da Arrows, mostrou-se satisfeito com seu sexto lugar, com tempo de 1min39s158. Ele superou seu colega de time, o paranaense Enrique Bernoldi (18º tempo) em mais de dois segundos.

Montadoras - Já o escocês David Coulthard, da MacLaren-Mercedes, chegou em quarto lugar, com tempo de 1min38s747, seguido por seu colega de equipe, o finlandês Kimi Räikkönen. Uma boa surpresa foi a oitava colocação do brasileiro Felipe Massa, da Sauber. Ele superou seu companheiro de equipe, o alemão Nick Heidfeld, por 718 centésimos de segundo, uma diferença enorme, em se tratando de Fórmula 1.

Representantes das sete montadoras envolvidas na Formula 1 e que planejam um grande prêmio de automobilismo próprio para o ano 2008 encontram-se, na noite deste sábado (13), em Ímola. Eles pretendem discutir as conseqüências da falência do grupo alemão que detém 75% das ações da SLEC, empresa promotora da Fórmula 1.

Leia mais