1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Ferrari anuncia contratação de Sebastian Vettel e despedida de Fernando Alonso

Depois de cinco anos e sem títulos, espanhol deixa a equipe italiana ao final da temporada. Com contrato de três anos, missão do alemão tetracampeão mundial é recolocar a escuderia italiana no topo da Fórmula 1.

Em dois comunicados emitidos nesta quinta-feira (20/11), a Ferrari confirmou que o espanhol Fernando Alonso não será mais seu piloto em 2015 e, posteriormente, anunciou a contratação de Sebastian Vettel, a princípio por três anos. Vettel será, depois de Michael Schumacher, Wolfgang Graf Berghe von Trip, Kurt Adolf e Hans Stuck, o quinto piloto alemão na escuderia italiana no circuito da Fórmula 1.

Vettel admitiu que sempre sonhou em defender a Ferrari, para repetir os passos de seu grande ídolo, Michael Schumacher, que conquistou cinco de seus sete títulos nos monopostos italianos.

"O novo estágio da minha carreira na Fórmula 1 será com a Scuderia Ferrari, e para mim, significa o sonho de uma vida que se tornou realidade. Quando eu era criança, Michael Schumacher no carro vermelho era meu grande ídolo, e agora é uma incrível honra finalmente ter a chance de guiar uma Ferrari. A Scuderia tem uma grande tradição no esporte e estou extremamente motivado em ajudar o time a voltar ao topo. Colocarei meu coração e minha alma para que isso aconteça", diz um comunicado na página oficial do tetracampeão mundial.

Formel 1 Grand Prix Sao Paulo Qualifying Fernando Alonso Sebastian Vettel

Sebastian Vettel e Fernando Alonso: o tetracampeão mundial irá herdar o cockpit vermelho do espanhol

Vettel passou seis anos na escuderia Red Bull, na qual chegou em 2009 para assumir o lugar do escocês David Coulthard e conquistou os títulos mundiais de 2010, 2011, 2012 e 2013. Agora, o piloto de 27 anos será companheiro do finlandês Kimi Raikkonen. A missão, claro, é que a Ferrari volte a conquistar um título de piloto na Fórmula 1, o que não ocorre desde 2007 – justamente com Raikkonen.

"A Ferrari decidiu apostar no mais jovem multicampeão da história da Fórmula 1. Sebastian Vettel é uma combinação única de juventude e experiência. Ele traz consigo aquela sensação de espírito de equipe que se provará inestimável quando ele e Kimi, juntos, enfrentarem os desafios que nos aguardam, já que nosso objetivo é brigar lá na frente de novo, o mais breve possível", disse o chefe da equipe italiana, Marco Mattiacci.

Parceria com Alonso acaba sem títulos

Formel 1 Qualifying Spa

Missão de Vettel (esq.) na Ferrari: atacar a supremacia da Mercedes de Nico Rosberg e Lewis Hamilton

O dirigente da Scuderia também enalteceu os cinco anos do espanhol Fernando Alonso na Ferrari: "No hall dos grandes pilotos da Ferrari, Fernando Alonso sempre ocupará um lugar especial. Oferecemos a ele nossos sinceros agradecimentos para o que tem sido uma aventura extraordinária com a Scuderia, quando nesses últimos cinco anos, ele esteve duas vezes muito perto de conquistar o campeonato mundial".

Bicampeão pela Renault, Alonso disputou 95 Grandes Prêmios, conquistou 11 vitórias e subiu 44 vezes ao pódio. Porém, o grande objetivo ao se juntar à equipe mais tradicional da Fórmula 1 falhou: a conquista do título mundial de pilotos. Seu contrato ia até o fim de 2016, mas, de acordo com o site oficial da Ferrari, foi encerrado em "comum acordo".

Mas nem por isso o piloto espanhol deixou de publicar palavras de agradecimento à Ferrari e a seus fãs. "Hoje não é um dia fácil para mim, porque mesmo que eu sempre olhe para o futuro com grande entusiasmo e determinação, no fim desta temporada, minha jornada como piloto da Ferrari vai chegar ao fim. Foi uma decisão difícil de tomar. Sem sombra de dúvidas, estes cinco anos produziram alguns dos melhores momentos de minha carreira. Agora olho para o futuro com grande entusiasmo, sabendo que parte do meu coração vai sempre pertencer ao Cavalo Rampante [símbolo da Ferrari]", declarou o espanhol.

Alonso ainda mandou um recado aos "tifosi" – como são chamados os torcedores da Ferrari – via sua conta do Twitter. "Recebi tanto amor dos tifosi. Conexão especial desde o início. Momentos mágicos. Para sempre em meu coração."

Leia mais

Links externos