1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Feiras de moda movimentam a Berlin Fashion Week

Com maior destaque para os negócios do que para a passarela, a semana de moda na capital alemã oferece uma enorme variedade de feiras que atraem expositores de todo o mundo. Marcas brasileiras participam do evento.

Começou nesta terça-feira (15/01) mais uma edição da Berlin Fashion Week. O evento bianual, que estreou 2007, é ainda iniciante no mundo da moda. Mas mesmo não tendo a tradição das semanas de moda de Paris e Milão ou o frenesi de tendências de Nova York ou Londres, o principal evento de moda na Alemanha tem uma grande força de mercado, com mais de dez feiras acontecendo simultaneamente aos desfiles.

O forte direcionamento para os negócios pode até tirar um pouco do foco dos estilistas, que mostram suas criações em uma grande tenda montada em frente ao Portão de Brandemburgo, mas também dá espaço para novos criadores, não só da Alemanha, mas também de resto do mundo. Estilistas africanos, romenos e dos países bálticos estão no programa, ao lado de nomes consagrados como Hugo Boss.

As feiras são a grande atração da semana da moda na capital alemã. Da popular Bread & Butter, que apresenta marcas de apelo mundial e grandes festas, passando por artigos sustentáveis de luxo e moda esportiva, não tem como escapar das feiras, que se não são a alma do evento, são a engrenagem que mantém a Berlin Fashion Week funcionando.

Plataforma para o mundo

Criada em 2001 em Colônia, a gigantesca Bread & Butter é uma das mais importantes feiras de moda do mundo e acontece em Berlim desde 2003. Com o foco em jeans e streetwear, a feira trabalha principalmente com exibidores que atuam no mercado global, como Adidas, Lacoste e a brasileira Melissa.

Modemesse Bread & Butter auf der Fashion Week Berlin

A Bread & Butter é a maior feira de moda da Berlin Fashion Week

"Participamos da Bread & Butter desde 2006. Acredito que essa é a melhor forma de estarmos presentes no mercado internacional," disse Junior DaSilva, coordenador internacional de vendas da marca brasileira, conhecida por seus sapatos e sandálias de plástico.

Depois de parcerias com grandes estilistas como Vivienne Westwood e Jean-Paul Gaultier, a grande novidade da Melissa para 2013 é uma coleção assinada pelo alemão Karl Lagerfeld. DaSilva não dá mais detalhes sobre a parceria, mas há rumores de que Lagerfeld irá ao Brasil para o lançamento da coleção em março. O estilista foi destaque do estande inspirado em um antigo cinema criado pelo diretor de arte brasileiro Kleber Matheus.

A marca também já fez parte de outra grande feira da Berlin Fashion Week, a Premium, que completa dez anos. "Já participamos da Premium em outros anos, mas acreditamos que ela é mais voltada ao mercado alemão. A Melissa ainda está presente, não diretamente, mas através de nossos distribuidores locais", completou o coordenador. Além de Berlim, a Premium também acontece em Düsseldorf e Munique.

Moda Sustentável

Outro grande destaque entre as feiras que acontecem na Berlin Fashion Week são os eventos voltados para a moda sustentável, um segmento que ganha cada vez mais mercado e busca produzir moda de uma maneira mais justa, o que vale não apenas para a produção mas também para comércio e distribuição.

Há alguns anos, o conceito de moda sustentável vem mudando, e esse movimento se torna cada vez mais forte. Trata-se de marcas e estilistas que se preocupam em produzir de maneira ecologicamente correta, com tecidos orgânicos e trabalho justo, mas sem perder o viés inovador e moderno de suas criações. Grandes estilistas, como Stella McCartney, só trabalham de maneira sustentável.

Greenshowroom bei der Fashion Week Berlin

A GREENshowroom quer mostrar que o mercado de luxo também pode ser sustentável

Berlim é um dos principais centros para o segmento, o que se reflete nesta edição da Fashion Week, que conta com quatro feiras dedicadas exclusivamente à chamada moda ecológica, mas com concepção e públicos totalmente distintos.

A GREENshowroom, por exemplo, acontece no elegante hotel Adlon e apresenta a sustentabilidade como artigo de luxo. Ligado à qualidade do design e de matéria-prima, o conceito desmistifica um segmento que até alguns anos atrás era associado a um estilo hippie e desleixado.

Para moda casual e streetwear, a feira certa é a Ethical Fashion Show, que também conta com a participação de brasileiros. Criada em Barcelona por designers brasileiros, a Caboclo resgata a cultura regional através do trabalho de artesãos do nordeste do Brasil na produção de suas sandálias e sapatos. Outra brasileira que participa da feira é a estilista Renata Campos, que faz roupa com matérias reutilizadas, como lonas de caminhão e câmeras de ar de pneus.

Indo do streetwear ao avant-garde no quesito sustentabilidade, a feira Scoop busca novos estilistas com caráter inovador e ousado, como a marca carioca Movin, que mostra que o segmento está crescendo também no Brasil.

Texto: Marco Sanchez
Revisão: Francis França

Leia mais