1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Feira do Livro de Porto Alegre homenageia a Alemanha

Assim como na Feira do Livro de Frankfurt deste ano, que teve o Brasil como convidado de honra, a Feira do Livro de Porto Alegre dá destaque especial à Alemanha. Três autores alemães participam das atividades paralelas.

A Feira do Livro de Porto Alegre, reconhecida nacional e internacionalmente como o maior evento a céu aberto do gênero das Américas, foi aberta nesta sexta-feira (1º/11) no centro da capital do Rio Grande do Sul.

Assim como aconteceu na 65ª Feira do Livro de Frankfurt, realizada de 9 a 13 de outubro deste ano, com o Brasil como convidado de honra, a 59ª edição da Feira do Livro de Porto Alegre homenageia a Alemanha com uma série de atividades desenvolvidas em parceria com o Instituto Goethe, no âmbito da Temporada Alemanha+Brasil 2013-2014. As atividades seguem até o dia 17 de novembro.

Entre os destaques da programação está a presença dos autores alemães Ingo Schulze, Jasmin Ramadan e Robert Löhr. Schulze é um dos mais conhecidos autores alemães contemporâneos. "Somente para o português, ele têm cinco livros traduzidos, incluindo o recém-lançado Adam e Evelyn", ressalta o bibliotecário do Instituto Goethe de Porto Alegre, Uli Kaup.

O romance Neue Leben (2005), publicado em 2009 no Brasil pela editora Cosac Naify sob o título Vidas Novas, é considerado a obra-prima do autor. O livro retrata a queda do Muro de Berlim e tudo o que submergiu deste acontecimento, através da experiência pessoal de Schulze. A sessão de autógrafos com Schulze será no dia 16 de novembro, às 20h, na Praça de Autógrafos.

Jasmin Ramadan, apesar de ainda pouco conhecida no Brasil, já possui dois títulos traduzidos para o português. Na Feira do Livro de Porto Alegre, ela autografa A cozinha da alma e O porco entre os peixes, cujo lançamento ocorrerá no dia 8 de novembro, às 18h, na Praça de Autógrafos.

Buchmesse Porto Alegre in Brasilien

Estande do país homenageado em Porto Alegre

Em sua obra, Jasmin conta a história de Celestine, uma adolescente alemã filha de uma au-pair francesa, que a abandona ainda na primeira infância sob os cuidados de um pai despreparado e imaturo. No decorrer do romance, é apresentado ao leitor um desfile de anti-heróis da classe trabalhadora, que contrastam com a forte sensibilidade da protagonista.

Após o lançamento da obra, Jasmin permanecerá em Porto Alegre por cerca de um mês, intensificando o intercâmbio entre os dois países. Ela também participará de diversos debates e eventos que apresentarão um panorama da Alemanha atual e da literatura produzida no país.

Robert Löhr, por sua vez, é o autor do livro Das Erlkönig-Manöver (2007), publicado no Brasil, em 2011, como A manobra do rei dos elfos. Segundo Kaup, a obra possui muitos dados reais, apesar de ser uma fábula, fato que a torna ainda mais interessante.

Programação espelhada

Algumas das atividades programadas para a Feira do Livro de Porto Alegre se basearam nas da Feira do Livro de Frankfurt. Uma delas é o lançamento de Osmose – Brasil e Alemanha em Quadrinhos. A publicação, lançada na Feira do Livro de Frankfurt, distingue-se por ser uma compilação dos relatos, textos e desenhos de três quadrinistas brasileiros e de três alemães.

Por iniciativa do Instituto Goethe, os jovens ficaram imersos durante quatro semanas em uma cultura diferente da sua, com a tarefa de registrar – cada um a sua maneira – as experiências vividas. No dia 2 de novembro, no Centro Cultural Erico Veríssimo, a alemã Birgit Weyhe e a brasileira Paula Mastroberti falarão sobre o projeto. A sessão de autógrafos acontecerá no mesmo dia, na Praça de Autógrafos.

De forma semelhante, a atividade que aconteceu em Frankfurt para discutir a receptividade da obra de Moacyr Scliar na Alemanha se repetirá em Porto Alegre. "A (re)descoberta de Moacyr Scliar na Alemanha" acontecerá no dia 4 de novembro, no Santander Cultural, e contará com a presença da alemã Marlen Eckl (tradutora das obras de Scliar para o alemão), Judith Scliar, Cintia Moscovich e Rafael Ban Jacobsen."Nenhum outro autor brasileiro tem tantos livros traduzidos para o alemão", enfatiza Kaup, que será o mediador do evento.

A imigração alemã e o gosto pela leitura

Para o patrono da Feira do Livro de Porto Alegre, o escritor Luís Augusto Fischer, a força da feira deve-se a uma questão cultural: "Comparado aos demais estados brasileiros, o Rio Grande do Sul obtém considerável sucesso no mercado literário em virtude da presença da imigração alemã tanto em Porto Alegre, quanto nas cidades do interior", enfatiza.

Buchmesse Porto Alegre in Brasilien

Visitantes no primeiro dia da feira na capital gaúcha

Fischer acredita que a Alemanha, por ser um país de longa tradição literária (passando pelos irmãos Grimm, Goethe e Schiller, até Thomas Mann e Günter Grass) e ter um dos maiores mercados editorias do mundo, tem muito a contribuir com o desenvolvimento da leitura no Brasil.

Dentro das atividades previstas com este enfoque, haverá o seminário sobre o papel da biblioteca e da leitura no desenvolvimento da sociedade. O encontro, que será realizado nesta sexta-feira e neste sábado, reúne os interessados na democratização do acesso ao livro e à leitura.

Três diretoras de bibliotecas europeias estão na capital gaúcha para falar sobre o papel sociocultural e a democratização do acesso às bibliotecas. As alemãs Tina Echterdiek (Biblioteca Pública de Bremen) e Hannelore Vogt (Biblioteca Pública de Colônia), e a francesa Agnès Marcetteau (Biblioteca Pública de Nantes e Museu Julio Verne) falarão sobre as experiências vividas em seus países.

Leia mais