Feira de Hannover mostra setor industrial em processo de recuperação da crise | Notícias e análises sobre a economia brasileira e mundial | DW | 19.04.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Feira de Hannover mostra setor industrial em processo de recuperação da crise

A maior mostra industrial do mundo inaugura a edição deste ano em parceria com a Itália. Através de inovações promissoras, Feira de Hannover veicula a perspectiva otimista de que o pior da crise já passou no setor.

default

Angela Merkel prestigiou abertura da feira

Com o slogan "Mais eficiente – mais inovadora – mais sustentável", a Feira Industrial de Hannover abriu suas portas nesta segunda-feira (19/04), com mais de 4 mil inovações tecnológicas. "A Feira de Hannover se apresenta bastante ativa neste ano – apesar de um contexto conjuntural que continua difícil", declarou Wolfram von Fritsch, presidente da Deutsche Messe AG, empresa que organiza a feira.

Em 2010, o país parceiro da feira é a Itália. Com a interdição do tráfego aéreo devido à nuvem de cinzas vulcânicas que paira sobre a Europa, o primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, não pôde comparecer à cerimônia de abertura nesta segunda-feira em Hannover. O evento contou com a presença da chefe alemã de governo, Angela Merkel, que qualificou a feira como "um sinal da esperança na superação da crise".

Após um desfalque dramático ao longo de 2009, a indústria de máquinas e linhas de produção espera fechar o ano corrente sem perdas nem ganhos. A VDMA, federação que reúne empresas do setor, reconhece uma tendência positiva clara. As encomendas, principalmente do exterior, vêm aumentando, apesar de ainda estarem bem abaixo do nível de anos anteriores, informou a entidade.

Deutschland Flash-Galerie Hannover Messe 2010 Elektroauto

Eletromobilidade é 'megatendência' na feira

Indicador conjuntural

A maior feira industrial do mundo acontece em um momento importante, já que a indústria se recupera da pior crise das últimas décadas. E os organizadores querem que a mostra seja um indicador dessa tendência.

De qualquer forma, 4.800 expositores provenientes de 64 países apresentam novas tecnologias e soluções para uma produção mais eficiente e com maior economia energética, com destaque ao segmento da eletromobilidade.

Eletromobilidade como megatendência

Nove feiras compõem a Feira Industrial de Hannover. A novidade deste ano é a Mobilitec, que se ocupa de sistemas alternativos de propulsão, sistemas de transporte com baixa emissão de substâncias tóxicas e tecnologia híbrida. Para o chefe da federação da indústria elétrica, Friedhelm Loh, a eletromobilidade é uma megatendência. Ao lado dela, o tema da eficiência energética também se faz presente em toda a feira.

Segundo Loh, a proteção climática é um estímulo para economia da Alemanha e de muitos outros países. "Nós, alemães, já temos uma parcela do mercado em torno de 16%, e acredito que a indústria irá ampliá-la ainda mais", disse.

Deutschland Flash-Galerie Hannover Messe 2010 Luft- und Raumfahrt

Antares DLR-H2: Centro Aeroespacial Alemão mostra primeiro avião movido a célula de combustível

Nuvem cinza

Apesar da nuvem cinza que paira, literalmente, sobre o céu da feira, convidados e expositores chegam em caravanas de ônibus de Istambul ou Milão, de carro da Espanha ou Escandinávia ou de trem da França.

Cerca de 90% dos 4.800 estandes estão montados. Quinze por cento dos expositores, no entanto, não conseguirão chegar a Hannover. Principalmente empresas da Ásia e dos EUA foram afetadas. Quem chegar mais tarde, todavia, receberá ajuda na montagem do estande

Autora: Henrik Böhme / Carlos Albuquerque

Revisão: Simone Lopes

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados