FBI trata ataque com faca em Minnesota como terrorismo | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 18.09.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

FBI trata ataque com faca em Minnesota como terrorismo

Chefe das investigações afirma que está considerando o caso com um "potencial ato de terrorismo". Grupo "Estado Islâmico" diz que ataque, que deixou nove feridos, foi executado por um de seus "soldados".

St. Cloud

Pessoas estão paradas diante da entrada do centro comercial onde ocorreu o ataque

O ataque com faca num centro comercial de Minnesota está sendo tratado como um "potencial ato de terrorismo", afirmou neste domingo (18/09) o agente do FBI que chefia as investigações, Rick Thornton. Ele disse que ainda há muitas questões em aberto no caso.

Pouco antes, o grupo extremista "Estado Islâmico" (EI) afirmara que um de seus "soldados" é o autor do ataque com faca, que foi cometido num centro comercial da cidade de St. Cloud e deixou nove pessoas feridas.

O criminoso, que foi morto pela polícia, realizou o ataque "em resposta aos pedidos de atentados contra os cidadãos dos países pertencentes à coalizão cruzada", afirmou a "agência de notícias" Amaq, ligada ao grupo, referindo-se à aliança militar liderada pelos Estados Unidos que bombardeia os jihadistas na Síria e no Iraque.

O homem entrou no centro comercial Crossroads Center por volta das 20h15 horas (22h15 em Brasília), vestido com o uniforme de uma empresa de segurança privada, e foi rendido por um policial fora de serviço.

A polícia da cidade disse que o agressor perguntou a pelo menos uma pessoa se ela era muçulmana antes de realizar o ataque. As vítimas foram transferidas a um hospital por ferimentos de arma branca, mas só uma foi internada, segundo fontes do centro médico.

O incidente ocorreu quase simultaneamente à explosão de uma bomba de grande potência em Nova York, que deixou 29 feridos, e horas depois de outra explosão no distrito de Seaside Park, no estado de Nova Jersey, que não causou vítimas nem danos materiais graves.

AS/efe/ap/afp

Leia mais