1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Favoritos perdem na quarta rodada

Mainz derrota Leverkusen. Bremen perde para Borussia Mönchengladbach. Schalke é goleado pelo Wolfsburg. Bayern de Munique ganha, mas decepciona. Stuttgart assume a liderança do campeonato.

default

Jogadores do Stuttgart comemoram vitória de 2 a 0 sobre o Hamburgo

A derrota de 2 a 0 do Bayer Leverkusen diante do Mainz foi a maior surpresa nos jogos da quarta rodada da Bundesliga, neste final de semana. O time dos brasileiros Roque Júnior, Juan, França e Robson Ponte não só perdeu para uma equipe que acaba de subir da segunda divisão como também entregou a liderança do campeonato ao Stuttgart.

Principalmente no primeiro tempo, o Leverkusen parecia estar sonhando com a partida contra o Real Madri pela Liga dos Campeões, na próxima quarta-feira (15/09). "Sem vontade e empenho não se pode ganhar", reclamou o técnico Klaus Augenthaler.

Uma decepção semelhante teve o técnico Thomas Schaaf, do Werder Bremen, atual campeão alemão. Depois de iniciar a temporada com duas vitórias, sua equipe sofreu a segunda derrota consecutiva na partida contra o Borussia Mönchengladbach (3 a 1), entre outras coisas, porque o novo centro-avante Miroslav Klose, contratado por 5 milhões de euros, esteve apagado no jogo.

Bayern de Munique é vaiado em casa

O Bayern de Munique salvou-se de um fiasco, com uma vitória apertada de 1a 0 sobre o Arminia Bielefeld (gol do holandês Roy Makaay). Depois da desastrosa derrota de 4 a 1 para o Leverkusen na rodada anterior, a torcida bávara esperava uma reabilitação, mas o time de Lúcio e Zé Roberto apresentou um futebol tão entediante, que foi vaiado no Estádio Olímpico de Munique. Zé Roberto desperdiçou uma excelente oportunidade de elevar o placar para 2 a 0.

Depois de três derrotas consecutivas, o Kaiserslautern derrotou o Rostock por 3 a 2 e conquistou seus primeiros três pontos no campeonato. Com isso, os chamados “demônios rubros” saíram da zona de rebaixamento. O atacante sueco Allbäck estreou no Rostock com dois gols, que, no entanto, não foram suficientes para compensar os erros da defesa de sua equipe, principalmente as más saídas do goleiro.

O Hannover 96 deixou escapar sua primeira vitória no novo estádio (Arena AWD) ao permitir um empate de 2 a 2 com o Freiburg, depois de ter aberto uma vantagem de 2 a 0 no marcador, nos primeiros oito minutos de jogo. O Freiburg, que na temporada passada não ganhou nenhuma partida fora de casa, mantém-se invicto em campos adversários neste certame.

Stuttgart lidera, mas não convence

O Stuttgart assumiu a liderança da Bundesliga com 10 pontos, mesmo sem apresentar um futebol convincente na vitória de 2 a 0 sobre o Hamburgo. O técnico Mathias Sammer não viu motivos para comemorar, “tantas foram as falha cometidas principalmente no meio-campo”. Enquanto isso, Klaus Toppmöller, cuja cadeira de técnico do Hamburgo já balança, mostrou um otimismo exagerado ao afirmar que seu time "sitiou" o Stuttgart no segundo tempo.

Em segundo lugar na tabela vem o Wolfsburg, que derrotou o Schalke 04 por 3 a 0, sob chuvas torrenciais. O Schalke, que investiu muito em reforços com intenção de se posicionar entre os aspirantes ao título, faz seu pior início de temporada dos últimos 11 anos, ocupando a antepenúltima colocação na tabela. "A culpa não é só do técnico (Jupp Heynkes) e, sim, em primeiro lugar, dos jogadores em campo", disse o diretor do clube, Rudi Assauer.

O clássico Bochum contra Dortmund foi marcado por disputas acirradas dentro de campo e bate-bocas fora do gramado. O Dormund teve muita sorte: empatou em 2 a 2 graças a um gol contra do Bochum, cujo atacante Madsen ainda se deu o luxo de desperdiçar um pênalti.

Já o Nürnberg empatou, no sábado, com o Hertha Berlim (0 a 0). Foi o quarto empate do Berlim, o que aumentou a insatisfação da torcida da equipe de Gilberto e Marcelinho Paraíba com o técnico Falko Götz.

Leia mais