Favoritos perdem na quarta rodada | Siga a cobertura dos principais eventos esportivos mundiais | DW | 13.09.2004
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Favoritos perdem na quarta rodada

Mainz derrota Leverkusen. Bremen perde para Borussia Mönchengladbach. Schalke é goleado pelo Wolfsburg. Bayern de Munique ganha, mas decepciona. Stuttgart assume a liderança do campeonato.

default

Jogadores do Stuttgart comemoram vitória de 2 a 0 sobre o Hamburgo

A derrota de 2 a 0 do Bayer Leverkusen diante do Mainz foi a maior surpresa nos jogos da quarta rodada da Bundesliga, neste final de semana. O time dos brasileiros Roque Júnior, Juan, França e Robson Ponte não só perdeu para uma equipe que acaba de subir da segunda divisão como também entregou a liderança do campeonato ao Stuttgart.

Principalmente no primeiro tempo, o Leverkusen parecia estar sonhando com a partida contra o Real Madri pela Liga dos Campeões, na próxima quarta-feira (15/09). "Sem vontade e empenho não se pode ganhar", reclamou o técnico Klaus Augenthaler.

Uma decepção semelhante teve o técnico Thomas Schaaf, do Werder Bremen, atual campeão alemão. Depois de iniciar a temporada com duas vitórias, sua equipe sofreu a segunda derrota consecutiva na partida contra o Borussia Mönchengladbach (3 a 1), entre outras coisas, porque o novo centro-avante Miroslav Klose, contratado por 5 milhões de euros, esteve apagado no jogo.

Bayern de Munique é vaiado em casa

O Bayern de Munique salvou-se de um fiasco, com uma vitória apertada de 1a 0 sobre o Arminia Bielefeld (gol do holandês Roy Makaay). Depois da desastrosa derrota de 4 a 1 para o Leverkusen na rodada anterior, a torcida bávara esperava uma reabilitação, mas o time de Lúcio e Zé Roberto apresentou um futebol tão entediante, que foi vaiado no Estádio Olímpico de Munique. Zé Roberto desperdiçou uma excelente oportunidade de elevar o placar para 2 a 0.

Depois de três derrotas consecutivas, o Kaiserslautern derrotou o Rostock por 3 a 2 e conquistou seus primeiros três pontos no campeonato. Com isso, os chamados “demônios rubros” saíram da zona de rebaixamento. O atacante sueco Allbäck estreou no Rostock com dois gols, que, no entanto, não foram suficientes para compensar os erros da defesa de sua equipe, principalmente as más saídas do goleiro.

O Hannover 96 deixou escapar sua primeira vitória no novo estádio (Arena AWD) ao permitir um empate de 2 a 2 com o Freiburg, depois de ter aberto uma vantagem de 2 a 0 no marcador, nos primeiros oito minutos de jogo. O Freiburg, que na temporada passada não ganhou nenhuma partida fora de casa, mantém-se invicto em campos adversários neste certame.

Stuttgart lidera, mas não convence

O Stuttgart assumiu a liderança da Bundesliga com 10 pontos, mesmo sem apresentar um futebol convincente na vitória de 2 a 0 sobre o Hamburgo. O técnico Mathias Sammer não viu motivos para comemorar, “tantas foram as falha cometidas principalmente no meio-campo”. Enquanto isso, Klaus Toppmöller, cuja cadeira de técnico do Hamburgo já balança, mostrou um otimismo exagerado ao afirmar que seu time "sitiou" o Stuttgart no segundo tempo.

Em segundo lugar na tabela vem o Wolfsburg, que derrotou o Schalke 04 por 3 a 0, sob chuvas torrenciais. O Schalke, que investiu muito em reforços com intenção de se posicionar entre os aspirantes ao título, faz seu pior início de temporada dos últimos 11 anos, ocupando a antepenúltima colocação na tabela. "A culpa não é só do técnico (Jupp Heynkes) e, sim, em primeiro lugar, dos jogadores em campo", disse o diretor do clube, Rudi Assauer.

O clássico Bochum contra Dortmund foi marcado por disputas acirradas dentro de campo e bate-bocas fora do gramado. O Dormund teve muita sorte: empatou em 2 a 2 graças a um gol contra do Bochum, cujo atacante Madsen ainda se deu o luxo de desperdiçar um pênalti.

Já o Nürnberg empatou, no sábado, com o Hertha Berlim (0 a 0). Foi o quarto empate do Berlim, o que aumentou a insatisfação da torcida da equipe de Gilberto e Marcelinho Paraíba com o técnico Falko Götz.

Leia mais