1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Família

Todos os partidos alemães se dizem defensores dos interesses da família, mas nenhum deles parece caminhar em direção a soluções concretas e viáveis para problemas como a falta de creches no país.

default

O Partido Social Democrata (SPD) defende a criação de mais 230 mil vagas em creches e jardins-de-infância até o ano de 2010, bem como uma abolição gradual das taxas pagas para que uma criança possa freqüentar essas instituições. A licença não remunerada concedida a um dos pais até os três anos de idade da criança deve ser mantida, bem como a garantia de emprego na volta à ativa.

A União Democrata Cristã (CDU) e a União Social Cristã (CSU) não se referem concretamente a medidas que possam melhorar o cenário da falta de creches no país. Em vez disso, prevêem um apoio maior a crianças e adolescentes superdotados. Além disso, os partidos se opõem à introdução de aulas de ética no lugar das tradicionais aulas de religião.

O Partido Verde defende que o Estado garanta vagas em creches a todas as crianças, inclusive abaixo de três anos. Essas creches deverão ser financiadas com a ajuda da Federação. Os Verdes defendem mais direitos aos não casados formalmente perante o Estado, além da adoção de crianças por casais homossexuais.

O Partido Liberal pretende garantir vagas gratuitas por meio período apenas para crianças a partir dos três anos de idade. Já o Partido de Esquerda inclui em seu programa um aumento do "salário-criança" dos atuais 154 euros mensais para 250 euros, que continuariam desvinculados da renda familiar dos pais.

Leia mais