1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Família Mann é tema de minissérie na TV

Superprodução, que será apresentada em três noites seguidas, é uma mistura de documentário e ficção. As cenas são ligadas pela única filha ainda viva de Thomas e Katia Mann, que narra a história da família.

default

Thomas Mann e família chegam a Nova York como refugiados dos nazistas, em setembro de 1939

Para o diretor de programação da cadeia ARD, Günter Struve, trata-se do "acontecimento do ano" na televisão alemã. Ele se refere à minissérie Os Mann – Um romance do século, que será apresentada inicialmente pelo canal Arte, nos dias 5, 6 e 7, e reprisada em 17, 19 e 21 de dezembro pela ARD.

Ninguém espera que os três capítulos com mais de 100 minutos de duração cada atraiam as massas, por causa da sofisticação do tema, mas a expectativa criada desde que a produção foi anunciada é grande.

Para sua mistura de documentário e ficção, o diretor Heinrich Breloer conseguiu uma colaboradora preciosa: a filha caçula, única ainda viva, do escritor Thomas Mann e sua esposa Katia, Elisabeth Mann Borgese, de 83 anos. Ela conta a história da família e serve de elemento de ligação entre as imagens históricas, depoimentos de testemunhas e as cenas interpretadas pelo elenco encabeçado por Armin Mueller-Stahl, no papel de Thomas Mann.

O ator alemão de 70 anos, que vive e atua em Hollywood, conseguiu a façanha considerada impossível pelo conhecido crítico de literatura Marcel Reich-Ranicki, que achava que ninguém seria capaz de fazer o papel do escritor, com sua complexa personalidade.

A história da família constituída pela brasileira Julia da Silva Bruhns, nascida em Paraty, e o rico comerciante de Lübeck, Johann Heinrich Mann, é tão fabulosa, que dispensaria muita imaginação dos roteiristas, se a minissérie fosse pura ficção. Paixões refreadas, homossexualidade, drogas, suicídios, guerra, fuga, exílio são os ingredientes dos episódios, construídos em torno dos mais famosos filhos da família, os escritores Heinrich e Thomas Mann.