1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Ciência e Saúde

Falha de segurança Freak também afeta Windows

Microsoft afirma que versões do sistema operacional e Internet Explorer estão suscetíveis à ação de hackers. De início, acreditava-se que somente aparelhos com sistemas da Apple e Android corressem risco.

O Windows está ameaçado por uma falha de segurança, alertou a Microsoft nesta quinta-feira (05/03). Todas as versões do sistema operacional apresentam uma brecha que facilita o uso da tecnologia Freak. A multinacional prometeu uma solução para o problema assim que concluir investigações.

A falha sob a sigla Freak (Ataque Factoring nas Chaves RSA-Exportação) foi divulgada no início desta semana nos blogs de pesquisadores de segurança e do servidor de rede Akamai.

De início, acreditava-se que somente o navegador Safari, da Apple, e os navegadores de smartphones com sistema Android, disponibilizado pela Google, estivessem ameaçados pela falha de segurança. Além do Windows, algumas versões do Internet Explorer também estão suscetíveis, segundo a Microsoft.

Uma porta-voz da empresa Apple afirmou ao jornal Washington Post, por sua vez, que as brechas no navegador Safari deverão ser corrigidas na próxima semana.

A falha de segurança remonta à década de 1980 e 1990, quando firmas americanas estavam proibidas de vender tecnologia de criptografia forte para o exterior, favorecendo protocolos mais fracos que o governo americano poderia explorar num momento posterior.

A proibição foi abolida no final da década de 1990, mas a antiga criptografia insegura não desapareceu completamente. Muitas páginas de internet populares e alguns navegadores continuaram a aceitar o software mais fraco. Hackers mal intencionados podem se aproveitar dessa brecha para comprometer a segurança de tais websites.

CA/dpa/ap

Leia mais