1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Fábrica da Thyssen-Krupp no Brasil desperta interesse chinês

Unidade brasileira vem causando prejuízos milionários ao grupo industrial e de aço alemão, que analisa possibilidade de vendê-la a investidores estrangeiros. Fabricantes Hebei e Baosteel, da China, estariam interessados.

A planejada venda de uma fábrica do grupo alemão Thyssen-Krupp no Brasil chamou a atenção de fabricantes de aço chineses. Os dois maiores grupos produtores do país asiático, Hebei e Baosteel, sinalisaram interesse pela nova fábrica, informou o jornal Financial Times Deutschland nesta quinta-feira (21/06).

O processo ainda se encontra, porém, em fase inicial. A Thyssen-Krupp está sondando diversas possibilidades, mas ainda não quis se pronunciar sobre os possíveis compradores, noticiou o jornal. O grupo industrial e de aço alemão declarou que o processo demandará tempo.

As novas fábricas da Thyssen-Krupp no Brasil e no estado norte-americano do Alabama são responsáveis por prejuízos de centenas de milhões de dólares a cada trimestre, segundo um relatório da multinacional alemã. Por isso, o chefe do grupo, Heinrich Hiesinger, estuda a venda de ambas as unidades. Hiesinger espera, entretanto, por melhores resultados ao longo do ano.

Para evitar a venda da fábrica no Brasil a investidores estrangeiros, o governo brasileiro vem sondando sobre o possível interesse de fabricantes de aço nacionais. A terceira maior fabricante do país, a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), já demonstrou interesse, reportou o Financial Times.

A esperança sobre a venda da problemática fábrica no Brasil elevou o valor das ações da Thyssen Krupp na Bolsa de Valores de Frankfurt na manhã desta quinta-feira.

LPF/dapd/rtr
Revisão: Augusto Valente

Leia mais