1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Extremistas atacam acampamento de refugiados após marcha do Pegida

Movimento "anti-islamização" reúne 6.200 pessoas em novo protesto em Dresden. Ao final da manifestação, grupo de extremistas ataca acampamento informal de refugiados.

Ao final de uma marcha do movimento Pegida (sigla em alemão para "Europeus patriotas contra a islamização do Ocidente") em Dresden, um grupo de extremistas de direita atacou um acampamento informal de refugiados no largo em frente à Semperoper, a ópera da cidade, nesta segunda-feira (02/03).

Segundo a emissora MDR, os extremistas gritaram palavras de ordem, como "Alemanha para os alemães, fora estrangeiros", e garrafas e outros objetos foram jogados. A polícia interveio e consegui impedir que os dois lados se encontrassem.

Mais de cem refugiados e apoiadores haviam se concentrado em frente à ópera. Eles tentam impedir que o acampamento montado desde sábado no local seja removido, apesar de as autoridades já terem ordenado a remoção, argumentando que o local é um espaço de circulação de pessoas. O prazo para a remoção acabava às 20h desta segunda (horário local), mas não foi cumprido.

Na praça Neumarkt, a já tradicional marcha das segundas-feiras do Pegida atraiu cerca de 6.200 apoiadores, um número superior ao da semana passada, quando 4.800 participaram, segundo a polícia. A manifestação contrária, em frente à ópera, reuniu em torno de 500 pessoas.

AS/dpa/epd/afp

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados