1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Exposição Internacional de Jardinagem

Em Rostock, foi inaugurada a IGA, uma mega-exposição mundial de plantas e flores. Vinte e três países participam do evento em uma área de 100 hectares. Mais de 2,5 milhões de visitantes estão sendo aguardados.

default

Escultura de uma flor de lotus no jardim flutuante

O local é idílico. Flores e plantas enfeitam os diversos caminhos da Feira Internacional de Jardinagem (IGA). É preciso, antes de mais nada, ter disposição para caminhar. Quem quiser ver tudo vai percorrer quase 18 quilômetros. Não é à toa que o evento é considerado um dos maiores e mais expressivos da Alemanha.

Realizada a cada dez anos no país, a IGA 2003 acontece na cidade portuária de Rostock, no estado alemão de Mecklemburgo-Pomerânia Ocidental, e reúne não só a beleza da natureza, mas também sua arte, cultura e técnica.

Uma das atrações é o Jardim Flutuante. Três barcaças, totalizando 4 mil metros quadrados, estão às margens do rio Warnov e oferecem ao visitante a possibilidade de acompanhar os ciclos de evolução e desenvolvimento de plantas e flores em três etapas distintas.

A catedral de 15 metros de altura e 50 metros de comprimento, edificada com salgueiros entrelaçados em armações de ferros, é outro destaque da exposição. Sua construção teve início em 2001 e contou com a participação de 650 especialistas provenientes da Rússia, Bielorússia, Lituânia, Armênia, Bélgica, Suíça e Alemanha. O local com 500 lugares é ponto de meditação e servirá também para a realização de atos religiosos, concertos e apresentações culturais.

Jardins internacionais

Passear pelos 23 jardins internacionais é, sem dúvida, um programa imperdível. Cada país participante trouxe suas peculiaridades em termos de plantas e materiais. A Índia reproduziu um jardim típico de um templo hindu, com plantas medicinais, adequado para cerimônias espirituais. Em uma área de 1800 metros quadrados, a China exibe um parque feito basicamente com bambus.

Internationale Gartenbauausstellung

Pavilhão chinês

"Trata-se de um jardim da dinastia Sung, do século 14, e é a primeira vez que está sendo mostrado na Europa. Foram necessários 17 contêineres para trazer da China o material necessário. O jardim levou cinco meses para ser concluído", revelou Christian Behnert, projetista responsável da IGA. O pavilhão chinês e o japonês serão mantidos após o término da feira.

Em uma impressionante pirâmide de vidro de 15 metros de altura, os especialistas em jardinagem dos Emirados Árabes apresentam técnicas de irrigação empregadas para a conservação do verde em regiões áridas do Golfo Pérsico. Estas e outras curiosidades, como as trazidas, por exemplo, pelo Quênia, Tunísia, Nepal, Paquistão, Espanha, Grécia, Finlândia, Áustria e Bolívia, único país latino-americano participante, fazem da exposição um acontecimento único.

Terra e natureza

Montar uma exposição deste porte exige muito planejamento e cálculo. Foram necessários mais de 750 metros quadrados de terra para cobrir os 100 hectares de área. Além disso, foram espalhados 15 mil metros quadrados de grama, plantados 170 mil bulbos, como tulipas e narcisos, mais de 10 mil sementes de rosas e 280 mil tipos diferentes de flores bem como 3.500 árvores.

Sunny das Maskottchen der Internationalen Gartenausstellung in Rostock begrüßt erste Gäste

Sunny, o mascote da IGA

A IGA é, sem dúvida, uma mega-exposição voltada à natureza. Os organizadores estimam um movimento de mais de 2,5 milhões de visitantes até o encerramento, dia 12 de outubro.

Leia mais

Links externos