1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Exposição enfoca a (in)justiça na ex-RDA

Mostra itinerante chega agora ao Memorial de Hohenschönhausen, instalado na antiga prisão do serviço secreto alemão-oriental.

A exposição intitulada "Em nome do povo? Sobre a Justiça no Estado do SED", já exibida em várias partes da Alemanha desde 1994, foi inaugurada na quarta-feira (10) pela ministra da Justiça Herta Däubler-Gmelin no Memorial de Hohenschönhausen, em Berlim.

As instalações da antiga prisão do Stasi, o serviço secreto da República Democrática Alemã (RDA), conferem à exposição uma dimensão de "aflição física", nas palavras da ministra. As celas subterrâneas abrigaram muitos "dissidentes", cujos julgamentos estão documentados na mostra. As sentenças em muitos casos eram predeterminadas e cumpriam instruções do secretário-geral do Partido, o SED, como comprovam anotações manuscritas em documentos expostos.

Mais de 200 autos de processos, gráficos e fotos compõem a mostra que, segundo Däubler-Gmelin, cumpre o dever histórico de não permitir que se esqueça a injustiça praticada pela Justiça na Alemanha Oriental. A exposição está aberta ao público até 31 de julho. (lk)