1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Exposição em Israel sobre sinagogas na Alemanha

Sinagogas de 15 cidades alemãs destruídas durante o nazismo são tema de uma exposição em Israel. Elas foram reconstruídas de forma virtual por alunos da Universidade Técnica de Darmstadt.

default

Trabalho virtual: Sinagoga de Hanôver

A exposição Sinagogas na Alemanha – Uma Reconstrução Virtual, que está sendo exibida em Israel, apresenta um projeto desenvolvido pelos alunos de Arquitetura da Universidade Técnica de Darmstadt. Com o uso do programa CAD, ferramenta que facilita a utilização do desenho auxiliado por computador, associado à volumetria 3D, sinagogas de 15 cidades alemãs destruídas durante o regime nazista foram reconstruídas de forma virtual.

A idéia de usar a informática na reconstrução destes importantes legados históricos surgiu através de uma iniciativa estudantil de 1994, época em que o antisemitismo e a xenofobia voltaram a aflorar no país. Foi neste ano, inclusive, que ocorreu um atentado contra a sinagoga de Lübeck.

Em 1995, o projeto saiu do papel. Sob a supervisão do professor Manfred Koop e do engenheiro Marc Grellert, os alunos do curso de Arquitetura começaram a edificar as 15 sinagogas no computador. Desde então, mais de 60 estudantes já participaram da reconstrução virtual, garantindo a continuidade e o sucesso do projeto.

Memória cultural

Synagogen in Deutschland - Dresden

Sinagoga virtual de Dresden

Quando foi exibido ao público pela primeira vez em solo alemão, em 2002, em Bonn, o projeto teve excelente repercussão pois, mais do que um mero trabalho de reconstrução arquitetônica, devolve ao país, mesmo que de forma virtual, obras que fazem parte da cultura alemã. Além disso, a mostra aponta novos caminhos para a manutenção e preservação da memória cultural através de modernos recursos tecnológicos.

Em cartaz no museu Diaspora, em Tel Aviv, até o dia 30 de junho de 2004, o segundo local da exposição itinerante não poderia ser mais adequado pela própria temática abordada e pela confluência entre judeus, sinagogas, Israel e Alemanha.

Contexto histórico

A mostra inclui um apanhado geral sobre a situação social cada vez mais agravante dos judeus alemães durante o regime nazista, situando o público no contexto histórico. Apresenta ainda fotos das sinagogas destruídas com informações sobre estes templos antes de o visitante chegar à parte onde se concentram as reconstruções virtuais.

Em meio a uma atmosfera que simula o processo de trabalho, com mesas, computadores, livros e diversas anotações dos estudantes, estão projetadas as reconstruções desenvolvidas em 3D-CAD das sinagogas de 15 cidades alemãs: Bad Kisingen, Berlim, Darmstadt, Dortmund, Dresden, Frankfurt, Hanôver, Kaiserslautern, Colônia, Langen, Leipzig, Mannheim, Munique, Nürnberg e Plauen.

A presença no local de estudantes de Arquitetura da Universidade Técnica de Darmstadt que participaram do projeto dão um toque especial à mostra. Além de fornecer informações mais detalhadas, eles prestam depoimento pessoal sobre a participação no trabalho.

Um arquivo que pode ser acessado via internet está à disposição dos interessados, contendo informações sobre mais de 2200 sinagogas na Alemanha e na Áustria bem como sobre o trabalho virtual de reconstrução.

Leia mais

Links externos