Exposição em Frankfurt mostra arranha-céus premiados em 2008 | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 05.12.2008
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Exposição em Frankfurt mostra arranha-céus premiados em 2008

Torre projetada pelo arquiteto britânico Norman Foster para sede da Corporação Hearst, em Nova York, foi ganhadora do Prêmio Internacional de Arranha-céus de 2008, promovido pelo Museu Alemão de Arquitetura (DAM).

default

Frankfurt tem silhueta urbana única na Alemanha devido a arranha-céus

Até 4 de janeiro próximo, estão expostos no Museu Alemão de Arquitetura (DAM), em Frankfurt, os projetos vencedores do Prêmio Internacional de Arranha-céus de 2008. O prêmio de 50 mil euros, anunciado em novembro último, é uma iniciativa da prefeitura de Frankfurt, em cooperação com o Museu Alemão de Arquitetura (DAM) e o DekaBank.

Neste ano, o Prêmio Internacional de Arranha-céus foi ganho pelo escritório da estrela da arquitetura britânica Norman Foster por seu projeto da torre sede da Hearst Corporation, em Nova York. Para o júri, o arranha-céu de 182 metros concluído em 2006 representaria um novo marco arquitetônico no centro da metrópole norte-americana.

Além do projeto vencedor, o edifício do jornal New York Times, do arquiteto Renzo Piano, também situado em Nova York, e o prédio do Centro Cultural da Televisão (TVCC) do escritório holandês OMA, construído em Pequim, estiveram entre os cinco primeiros projetos premiados.

Um dos mais premiados arquitetos da atualidade

Hearst Tower New York City

Projeto de Foster, Torre Hearst é o arranha-céu do ano

Norman Foster, vencedor deste ano, é um dos mais premiados arquitetos da atualidade. Nascido em Manchester, em 1935, Foster recebeu o Prêmio Pritzker, o Oscar da arquitetura mundial, em 1999. Em 2002, foi agraciado com o Prêmio Imperial de Arquitetura. Em 1990, Norman Foster entrou para a nobreza com o título de lorde oferecido pela rainha Elizabeth 2ª.

O projeto vencedor de Foster é utilizado pela corporação da família Hearst como sede da redação da empresa de comunicação. "O arranha-céu transparente construído sobre uma base histórica seduz por sua forma expressiva. A estrutura triangular portante de aço proporciona diferentes áreas de pavimentos e poderia significar um novo protótipo", justificou o júri a escolha do projeto vencedor de Norman Foster.

Foster recebeu a condecoração da prefeita de Frankfurt, Petra Roth, em cerimônia realizada na igreja Paulskirche, em novembro último em Frankfurt. Na ocasião, Roth salientou que, com o Prêmio Internacional de Arranha-céus, a cidade de Frankfurt se compromete com um conceito de planejamento que desenvolve "há mais de 50 anos e que resultou numa silhueta urbana impressionante, única na Alemanha".

Somente arranha-céus com mais de 100 metros

Hearst Tower, New York City

Estrutura espacial triangular de aço permite diferentes áreas de pavimentos

O Prêmio Internacional de Arranha-céus é conferido a cada dois anos para prédios que se destaquem por sua estética extraordinária, sua resolução futurista, sua integração urbana, sua sustentabilidade como também pela economia e inovação tecnológica. O prêmio do Museu Alemão de Arquitetura (DAM) e do Dekabank é o mais importante do gênero no mundo.

Somente arranha-céus com mais de 100 metros de altura concluídos a partir de 1° de janeiro de 2006 e entregues ao proprietário até 1° de abril de 2008 puderam participar do concurso. (ca)

Leia mais