Exposição em Düsseldorf resgata trajetória de Robert Mapplethorpe | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 05.02.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Exposição em Düsseldorf resgata trajetória de Robert Mapplethorpe

Polêmica marcou o trabalho do fotógrafo norte-americano Robert Mapplethorpe. Espaço de exposições NRW-Forum em Düsseldorf organiza grande retrospectiva de sua obra, exibindo 150 fotos do artista.

default

Retrato de Arnold Schwarzenegger

Uma grande retrospectiva do trabalho de Robert Mapplethorpe poderá ser visitada a partir deste sábado (06/02) no espaço de exposições NWR-Forum em Düsseldorf.

As imagens do fotógrafo norte-americano voltam à Alemanha para contar a trajetória desse artista famoso por sua irreverência: são 150 fotos sobre nudez, homossexualidade, flores, imagens de esculturas e autoretratos.

Não é à toa que a exposição tem limite de idade – apenas maiores de 16 anos podem prestigiá-la. As lentes de Mapplethorpe sempre foram voltadas para nudez, atos sexuais e práticas sadomasoquistas.

Ausstellung von Robert Mapplethorpe

Visitante observa retratos da cantora Patti Smith

O trabalho do fotógrafo, que faleceu em 1989, foi alvo de debates controversos, principalmente nos Estados Unidos. Suas exibições foram marcadas por boicotes, censura e já sofreram cancelamentos. "Eu olho para a perfeição da forma. Eu faço isso em retratos, em fotos de pênis, em fotos de flores", declarou Mapplethorpe.

Na Alemanha, as fotos do artista ajudaram a inspirar o movimento estético de gerações que cresceram nos anos 1980 e 1990. Na época, as fotos de Mapplethorpe eram vendidas como pôsteres e coladas em dormitórios estudantis.

Em Düsseldorf, a exposição abrange imagens captadas com Polaroids, em 1973, até autoretratos de 1988. A novidade é que a visita guiada da exposição será feita por celular, e os visitantes poderão deixar comentários gravados a custo de uma ligação local. Esses registros ajudarão a criar um espaço virtual de compreensão do trabalho de Robert Mapplethorpe.

Autora: Nádia Pontes

Revisão: Carlos Albuquerque

Leia mais