1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Explosão deixa 12 mortos na Tunísia

Bomba explode num ônibus da guarda presidencial. Governo fala de atentado, e testemunhas afirmam que detonação foi causada por homem-bomba.

Pelo menos 12 pessoas morreram e 16 ficaram feridas nesta terça-feira (24/11), em explosão num ônibus da guarda presidencial no centro de Túnis, capital da Tunísia. O Ministério do Interior afirma tratar-se de um atentado.

Segundo testemunhas, a explosão foi provocada por um homem-bomba que se detonou quando o ônibus passava diante da sede do antigo partido de Zine El Abidine Ben Ali, o ditador deposto em 2011. A explosão ocorreu numa das principais avenidas de Túnis.

Alguns dias antes, o Ministério do Interior havia elevado o nível de alerta para o segundo mais elevado, afirmando ter informações sobre possíveis ataques na cidade de Sousse e em outras regiões.

A Tunísia foi alvo de dois ataques terroristas este ano: um em março, no Museu do Bardo, na capital, com 22 mortos; e outro em julho, no balneário de Port el-Kantaoui, perto de Sousse, causando a morte de 38 turistas estrangeiros. Ambos foram reivindicados pelo grupo extremista "Estado Islâmico" (EI).

AS/lusa/afp/dpa

Leia mais