1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Exemplos de sistemas de pedágio na Europa

Na Alemanha, o sistema de pedágio para caminhões projetado pelo consórcio Toll Collect fracassou. Mas não faltam alternativas. Basta olhar para outros países europeus.

default

Motorista austríaco mostra sua Go-Box

Áustria: Desde janeiro de 2004, a Europpass opera em todo o país um sistema de pedágio para caminhões e ônibus que funciona com tecnologia de microondas. A empresa é uma subsidiária do grupo italiano Autostrade, que também atua no setor de pedágios na Itália.

A cobrança se faz através das chamadas Go-Box, instaladas em cada veículo. Ao longo dos dois mil quilômetros de auto-estradas austríacas, os aparelhos enviam sinais de microondas para os 422 pontos de controle.

O valor do pedágio depende do número de eixos do veículo (registrado manualmente na Go-Box) e da distância percorrida. O pagamento pode ser antecipado ou a posteriori. Para evitar fraude na informação sobre a quantidade de eixos, os caminhões e ônibus são automaticamente fotografados a cada quatro pontos de controle. A taxa de pedágio vale em média 22 centavos de euro (R$ 0,80). Anualmente 100 mil veículos austríacos e 300 mil estrangeiros deverão render 600 milhões de euros para os cofres públicos.

Segundo a Europpass, o sistema funciona sem problemas desde sua introdução. Entretanto, a tecnologia de microondas não é considerada utilizável a longo prazo e a Áustria prevê sua substituição pela via satélite.

Suíça: O sistema eletrônico adotado na Suíça é uma combinação de tecnologia via satélite e impulsos tacométricos. Ele foi introduzido pela empresa Fela e vem funcionando sem problemas.

O componente principal é o aparelho Tripon, instalado na cabine do caminhão. Ele registra os quilômetros rodados, a partir de impulsos do velocímetro, e calcula o valor do pedágio considerando também o peso transportado e as emissões de seu escapamento. Os dados são armazenados num chip, que deve ser enviado pelo correio (ou pela internet) ao centro de contabilidade do pedágio. O sistema de localização via satélite GPS serve apenas para fiscalização.

Na Suíça, sua aplicação é simplificada, pois o pedágio é cobrado pelo uso de toda a malha viária do país, e não apenas de auto-estradas como na Alemanha e na Áustria.

França: Há estações fixas de cobrança do pedágio nas auto-estradas. Ao entrar numa, o motorista tira um tíquete que deve ser apresentado na saída. O cálculo é feito conforme a distância.

Itália: Similar ao modelo francês. Entretanto, ao entrar na auto-estrada, o motorista pode optar por um valor total predeterminado.

Espanha, Grã-Bretanha e Holanda também usam sistemas de pedágio à base de microondas.

Leia mais