1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Executivos alemães lideram na Europa

Diretores de empresas alemãs ganham bem mais que seus colegas em outros países da União Européia. Siemens publica salários da diretoria.

default

Pierer, da Siemens, ganhou 4,6 milhões de euros este ano

Uma pesquisa realizada pela empresa de consultoria Hay junto a 303 sociedades anônimas e publicada pelo jornal Handelsblatt revelou que a Alemanha tem os executivos mais bem pagos da UE. Considerando os bônus pagos por sucessos de curto prazo, chegam a superar em renda até seus colegas norte-americanos.

Segundo a Hay, no total, o salário dos executivos alemães em 2004 é 30% superior ao de diretores na Inglaterra, França, Holanda e Itália, mas ainda é bem inferior ao valor fixo pago nos Estados Unidos.

O resultado da comparação com os EUA foi a principal surpresa para os pesquisadores. Os executivos norte-americanos têm o melhor salário básico, enquanto em termos de recebimento de bônus os alemães detêm a liderança isolada.

Enquanto na Alemanha os bônus pagos como compensação por resultados de curto prazo representam em média 34% da renda total, nos EUA esse percentual gira em torno de 20%.

Na comparação européia, os executivos alemães também são líderes absolutos. Somando os bônus de curto e longo prazo, estes na maioria dos casos superam o salário fixo.

Código de Governo Corporativo

German Stock Exchange Goes Public

Muitas empresas cotadas na Bolsa de Frankfurt (cujo símbolo é um touro) ainda escondem salários da diretoria

A Hay constatou também que a maioria das empresas cotadas na bolsa de valores ainda não publica os salários da diretoria. Apenas nove companhias que integram o DAX (índice das 30 principais empresas cotadas na Bolsa de Frankfurt) adotam o chamado Código Alemão de Governo Corporativo.

Este código contém disposições legais para a direção e o controle (gestão empresarial) das companhias alemãs com ações na bolsa. Um dos grandes grupos que acaba de adotar esta medida de transparência é a Siemens. Na última sexta-feira (26/11), a empresa publicou os salários individuais da diretoria.

No ano contábil recém-concluído, o diretor presidente da Siemens, Heinrich von Pierer, ganhou 4,6 milhões de euros. No total, os doze diretores da empresa embolsaram 33,4 milhões de euros, 9% a mais que no ano anterior.

No exercício 2003/2004, a Siemens conseguiu aumentar seus lucros em 39% para 3,4 bilhões de euros. O saldo positivo resultou num expressivo aumento salarial para os executivos.

Siemens paga bem

Pierer obteve 3,5 milhões de euros em dinheiro. Seu salário fixo anual foi de 1,2 milhão de euros; o restante veio da participação nos lucros. Além disso, recebeu 1,1 milhão de euros em ações da Siemens. O vice-presidente do grupo, Klaus Kleinfeld, ganhou 3,3 milhões de euros.

Comparada com as outras empresas do DAX, a Siemens está entre as que melhor pagam seus executivos, embora os salários ainda sejam inferiores aos de companhias norte-americanas. Segundo dados publicados pela imprensa alemã, os diretores presidentes de grandes conglomerados dos EUA ganharam, em média, 8,1 milhões de euros no ano passado.

A Siemens publicou também os salários de seu conselho fiscal, que totalizaram 2,1 milhões de euros. Algumas companhias, como a Volkswagen e a seguradora Allianz, pretendem adotar o Código de Governo Corporativo em breve. O governo ameaçou baixar novas medidas legais, caso as demais empresas não cumpram o documento.

Leia mais