1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Exército turco mata 90 militantes do PKK

Caças bombardeiam posições do Partido dos Trabalhadores do Curdistão no norte do Iraque e leste da Turquia, afirma a mídia turca. Ataques mostram que Ancara não vai amenizar investidas antes da eleição de 1º de novembro.

O Exército turco afirmou ter matado cerca de 90 militantes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) em diferentes bombardeios realizados neste sábado (19/09) por caças no norte do Iraque e leste da Turquia, disse a mídia turca citando fontes da área de segurança do país.

Os ataques sinalizam que Ancara não vai amenizar as investidas contra os rebeldes antes da eleição de 1º de novembro. Os aviões destruíram cavernas, tendas camufladas e refúgios especiais, além de depósitos de logística e munições do PKK.

"Ao julgar pelas comunicações via rádio entre os rebeldes do PKK, informações de fontes locais e fotos aéreas, entre 55 e 60 terroristas foram eliminados", assegurou o jornal turco Miliyet. Outras mídias do país afirmam ainda que, em outra operação realizada na província de Tunceli, no leste da Turquia, teriam sido mortos entre 30 e 35 rebeldes do PKK.

Os aviões do tipo F-16 e F-4 decolaram de uma base em Diyarbakir, no sudeste da Turquia. A região, de maioria curda, tem sido atingida por ondas diárias de combates entre membros do PKK e das forças de segurança desde o fracasso de um cessar-fogo em julho.

FC/rtr/dpa/efe/lusa

Leia mais