Evento debate causas e efeitos de 1989, um ano de muitas mudanças | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 29.05.2009
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Evento debate causas e efeitos de 1989, um ano de muitas mudanças

O festival Geschichtsforum 09 trata da história alemã e europeia desde a queda do Muro de Berlim, em 1989, traduzindo para as novas gerações a importância daquele ano.

default

Fórum chama à reflexão sobre a história contemporânea europeia

Até este domingo (31/05), a região central de Berlim foi transformada em um enorme campus universitário. Numa mistura de congresso, feira, festival e universidade aberta temporária, o Geschichtsforum 09 atraiu à capital alemã os interessados em debater os acontecimentos que marcaram a história do país e da Europa desde 1989.

Para atrair público à cidade, a companhia ferroviária Deutsche Bahn está oferecendo passagens de baixo preço, enquanto vários hotéis berlinenses oferecem contigentes de apartamentos, também com tarifas especiais, aos participantes do fórum.

Assunto de interesse geral

Segundo Thomas Krüger, presidente da Central Federal para Formação Política, uma instituição governamental, fazem parte do programa ciclos de debates, peças de teatro, exposições, concertos, leituras, oficinas, exibição de filmes e até mesmo intervenções no espaço público.

No fórum, qualquer interessado deverá encontrar seu interesse pessoal relacionado a 1989. E, na melhor das hipóteses, também uma resposta à pergunta: "O que significa hoje, para nós, aquela época de transição?"

Festival de opiniões e posições

A ideia principal do fórum é deixar claro o quanto a história recente do país é um assunto importante, a ser discutido por todos. "A história não é exclusividade de pesquisadores ou cientistas políticos, mas mantém-se viva na memória cultural das sociedades europeias", acentua Krüger.

Por isso, várias instituições dividem a organização do fórum, entre estas a Central Federal para Formação Política, a Fundação Cultural da Federação e a Fundação Federal para o Estudo da Ditadura do SED (partido único da antiga Alemanha Oriental), além do Instituto de História Contemporânea de Munique, o Centro de Pesquisa em História Contemporânea de Potsdam e a Associação Contra o Esquecimento e Pela Democracia. A Universidade Humboldt, o Museu Histórico Alemão e o Teatro Maxim Gorki apoiam o evento.

Europa entre cisão e recomeço

O fórum propicia o encontro e intercâmbio entre diversas disciplinas durante quatro dias, em discussões, por exemplo, sobre as abordagens científicas em relação a 1989, bem como sobre os acontecimentos que antecederam aquele ano e seus efeitos posteriores.

Flash-Galerie Deutschland 60 Jahre Kapitel 4 1979 – 1989 Die Mauer fällt

1989: o ano da queda do Muro de Berlim

Outro aspecto em destaque é a maneira como o fim da divisão alemã e europeia se refletiu nas artes plásticas e na sociedade de forma geral. As posições defendidas nas discussões não são homogêneas, mas bastante diversas e até antagônicas.

As 118 instituições presentes organizam mais de 200 eventos e projetos dentro do fórum. Sete debates centrais são o fio condutor do evento. Entre as questões relevantes tratadas por historiadores e público estão a busca pelas razões da mudança ocorrida em 1989, bem como a tentativa de definir o significado dos acontecimentos daquele ano tanto para a "Velha Europa", quanto para os países do Leste Europeu.

Por fim, o fórum lembra ainda as transformações econômicas por que vem passando os antigos países comunistas desde a queda do Muro e o fim da Cortina de Ferro.

Autora: Silke Bartlick

Revisão: Roselaine Wandscheer

Leia mais