1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Evento abre Ano das Montanhas na Alemanha

A primeira exposição que integra as comemorações do Ano Internacional das Montanhas é uma mostra fotográfica no Zugspitze – o mais alto pico alemão – com grandes imagens da natureza, mundo afora.

default

Zugspitze: meio milhão de visitas por ano

O Ano Internacional das Montanhas já está começando na Alemanha. Neste final de semana, uma exposição de fotos teve início no pavilhão artístico do Zugspitze, o pico mais alto do país, e termina dia 28 de maio. A mostra, composta por grandes painéis, retrata as mais diversas paisagens do mundo situadas a mais de 500 metros do nível do mar.

As fotos variam desde geleiras até florestas tropicais, contrastando muitas vezes com o panorama branco dos Alpes alemães. O trabalho é do pintor e fotógrafo Axel Hütte, nascido em 1951 na cidade de Essen. O artista se mostrou fascinado com a paisagem das montanhas do sul do país. "Eu gostaria de poder subir aqui todas as semanas e tirar fotos", disse Axel Hütte.

O Zugspitze, com quase três mil metros de altura, é um dos mirantes mais populares da Europa. O local recebe anualmente cerca de meio milhão de pessoas de todo o mundo. O pavilhão de artes existe há sete anos e já abrigou 14 exposições neste período.

Campanha mundial – A pedido do Quirguistão, coberto por montanhas em 90% do seu território, a Organização das Nações Unidas nomeou 2002 como o Ano Internacional das Montanhas. O objetivo da nomeação é promover o desenvolvimento eficiente das regiões altas do mundo.

O Ano das Montanhas coincide com o balanço de dez anos da reunião de cúpula do Rio de Janeiro. Na ocasião, ficou acordado entre os 181 países participantes que o desenvolvimento de regiões montanhosas seria feito com cuidado para não prejudicar o ecossistema. A agenda para o século 21, traçada durante a ECO 92, estabelece que o futuro da qualidade de vida das populações de montanha e suas heranças culturais precisam ser preservadas.

A ONU vai promover eventos em todo o mundo para conscientizar populações e governos da importância destas regiões. Encontros e palestras com pessoas especialistas em montanhas serão promovidos. Encontros entre líderes de governo vão proporcionar a troca de experiências sobre a estratégia de cuidados com estas áreas de baixo valor comercial, mas de grande importância estratégica.

As atividades serão preparadas por governos e organizações não governamentais, mas serão conduzidas pela divisão de suprimentos e agricultura da ONU, responsável por dar destaque e fornecer as informações necessárias.

O Ano na Alemanha – O Ministério de Proteção ao Consumidor e Agricultura será o principal atuante na promoção dos eventos do Ano Internacional das Montanhas na Alemanha. A campanha em prol das montanhas vai começar oficialmente no dia 15 de fevereiro. O "pontapé" inicial será dado no salão nobre do palácio Residenz, em Munique, onde a cerimônia de abertura será acompanhada por um simpósio de dois dias, promovido pela Sociedade Alemã de Desenvolvimento Internacional.

Como o primeiro evento foi realizado no sul do país, a cerimônia de encerramento deverá ser organizada em dezembro perto da região montanhosa central da Alemanha. Neste período, uma série de apresentações, palestras, manifestações, excursões e workshops serão promovidos em todo o país.

"Nós precisamos tomar iniciativas para sensibilizar e mostrar a necessidade de protegermos o ecossistema das montanhas e promover o desenvolvimento das montanhas médias e altas. Esta consciência será alcançada e estabelecida", explicou a ministra Renate Künast, da Proteção ao Consumidor e Agricultura.

Links externos