1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Europeus compram mais pela Internet

O comércio eletrônico tomou impulso nos últimos meses. Na Alemanha, 26,5 milhões de pessoas compraram mercadorias no valor de 2,6 bilhões de euros nos últimos seis meses.

default

Uma colagem de cartões de crédito, imprescindíveis no e-commerce

Comprar pela Internet torna-se cada vez mais popular na Europa. No ano passado, 58,5 milhões de belgas, alemães, franceses, ingleses, holandeses e espanhóis preferiram as lojas virtuais às reais, informou a Sociedade de Pesquisa de Consumo (GfK), em Nurembergue. O aumento foi de 13% em relação a 2001. Além de viagens, estadas e tudo o que se relaciona a turismo, os produtos mais vendidos pela rede foram livros, computadores, CDs e roupas. A tendência na Europa, contudo, apresenta fortes variações conforme o país. Enquanto o faturamento de mercadorias pela Internet saltou de 2,7 bilhões de euros para 7,9 bilhões de euros na Grã-Bretanha, teve um crescimento pequeno na Holanda, estagnando na Bélgica e na França.

Alemanha: o maior mercado - Na Alemanha, o faturamento foi pequeno em 2001 (800 milhões de euros em 2001), mas subiu para 2,6 bilhões de euros, de novembro do ano passado a abril de 2002, o período a que se referem os dados do estudo. O número de e-consumers na Alemanha aumentou de 20 milhões, no ano passado, para 26,5 milhões.

Dos países considerados pela GfK, a Holanda é o que tem o maior número proporcional de usuários da rede: 72% da população entre 14 e 69 anos navega na Internet (8,4 milhões). Na Alemanha são 57% (31,4 milhões). O número de usuários constantes, no entanto, é menor em todos os países.

O maior mercado europeu de comércio eletrônico é o turismo, com 24,9 milhões de compradores. A seguir, vem o comércio virtual de livros (20,7 milhões) e computadores (19,3 milhões).