1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Europa doa mais de 650 milhões euros para Ásia

Generosidade dos europeus é grande, mas ajuda ainda é pequena, se comparada à verba prometida pelo Japão (500 milhões de dólares) e os EUA (350 milhões de dólares).

default

Solidariedade européia não se restringe ao luto

A catástrofe provocada pelo maremoto no Oceano Índico gerou uma onda de solidariedade em todo o mundo. As doações feitas na Europa já somam 664 milhões de euros. Veja a seguir uma lista dos países-doadores (valor em milhões de euros; entre parêntesis, o tipo de doação):

Inglaterra: 70 milhões (pública), 84 milhões (particular)

Itália: 70 milhões (pública e particular)

Suécia: 55 milhões Euro (pública), 40 milhões (particular)

Espanha: 53 milhões (pública), 15 milhões (particular)

França: 44,3 milhões (pública), 20 milhões (particular)

Dinamarca: 42 milhões (pública), 7,5 milhões (particular)

Alemanha: 20 milhões (pública), über 27 milhões (particular)

Suíça: 16 milhões (pública), 23 milhões (particular)

Noruega: 12 milhões (pública), 25 milhões (particular)

Bélgica: 12 milhões (pública), 6,2 milhões (particular)

Áustria: 8 milhões (pública), 10 milhões (particular)

Holanda: 8 milhões (pública), 18 milhões (particular)

Portugal: 7 milhões (pública), 1 milhões (particular)

Total: 664 milhões de euros

O governo alemão decide, nesta quarta-feira (05/01), se aumenta ou não a ajuda aos países atingidos pelo maremoto. Segundo notícia veiculada pelo jornal Leipziger Volkszeitung, mas sem confirmação oficial, o governo federal alemão estaria cogitando aumentar a ajuda para 500 milhões de euros.

Se confirmada a informação, a Alemanha se tornaria então a maior doadora para a reconstrução no sudeste da Ásia. Até agora, a maior ajuda foi prometida pelo Japão – 500 milhões de dólares. Os Estados Unidos prometeram 350 milhões de dólares.