1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Europa discute medidas de combate ao terrorismo

Ministros do Interior da UE anunciam pacote antiterrorismo, que prevê intercâmbio mais intenso entre as instâncias policiais de diversos países.

default

Medo da falta de segurança preocupa autoridades

Reunidos nesta quarta-feira (16/08) em Londres, os ministros do Interior dos países da União Européia propuseram um conjunto de medidas voltadas para o combate ao terrorismo. Entre estas, estão tentativas de detecção de substâncias explosivas em aeroportos, especialmente as líquidas.

O ministro britânico do Interior, John Reid, advertiu que o terrorismo é "uma ameaça comum", enfrentada por todos os europeus, independente de "origem, raça e religião".

Equipes de analistas


EU Anti Terror Konferenz in London Wolfgang Schäuble und John Reid

Wolfgang Schäuble e John Reid em Londres

O vice-presidente da Comissão Européia e titular de Justiça e Interior, Franco Frattini, referiu-se a uma proposta do ministro do Interior francês, Nicolas Sarkozy, de criar equipes de analistas capazes de atuar rapidamente para ajudar qualquer país europeu em caso de necessidade em relação a ataques terroristas.

Frattini destacou ainda a necessidade de acelerar a aplicação da legislação antiterrorista formulada durante a última presidência britânica e que inclui o intercâmbio de dados entre os países-membros da UE. Também a urgência de facilitar o fluxo de dados sobre os passageiros de vôos europeus foi tema do encontro.

Colocar em prática

Cada país, porém, deverá continuar responsável pela aplicação de leis e pelo trabalho concreto dos serviços secretos dentro de cada território, declarou Gijs de Vries, encarregado do bloco para questões de combate ao terrorismo.

A função de De Vries é fiscalizar se cada país coloca mesmo em prática as leis da UE e facilita realmente o fluxo de informações a respeito de possíveis terroristas. "No mais tardar após os últimos ataques em Londres, a cooperação foi acentuada", afirma De Vries.

Vigilância acentuada

Gijs de Vries

Gijs de Vries, encarregado da UE para o combate ao terrorismo

O ministro do Interior da Finlância, Kari Rajamäki, afirmou durante o encontro que os planos de acirrar o controle sobre porte de armas e material utilizado na fabricação de explosivos devem ser aplicados com rapidez, bem como a intenção de aumentar a vigilância da comunicação na internet e na segurança no transporte aéreo.

Um modelo de inspiração para o futuro intercâmbio entre os países europeus deverá ser o centro europeu-norte-americano localizado perto de Paris, que reúne serviços secretos dos dois lados do Atlântico, mas cujo trabalho é pouco conhecido pela opinião pública.

Lacunas na segurança

A UE determinou ainda medidas de controle de funcionários de aeroporotos, passageiros e bagagem, embora nem todos os países-membros do bloco venham seguindo as regras estabelecidas. Lacunas na segurança foram detectadas principalmente nos sistemas de controle de funcionários.

Após as recentes tentativas de atentados a vôos transatlânticos no Reino Unido, a Comissão da UE exigiu de todos os países-membros do bloco um controle mais acirrado da bagagem de mão.

Telefone e internet

Após o 11 de setembro, os ministros do Interior da UE vêm se concentrando em apurar os processos de seleção, avaliação e disseminação de dados colhidos pelos serviços secretos de cada país.

Desde então, telefonemas e acessos à internet podem ser registrados detalhadamente nos países do bloco, embora as diretrizes européias ainda tenham que ser ratificadas por instâncias jurídicas nacionais e o assunto seja polêmico em vários países.

De olho nas finanças

Geldwäsche - Symbolbild

Lavagem de dinheiro para fins terroristas: na mira das autoridades

Também transações financeiras passaram a ser detalhadamente analisadas no bloco nos últimos anos. Transferências de dinheiro acima de 15 mil euros precisam ser notificadas pelas instituições bancárias e no futuro deverão ser proibidos depósitos anônimos nos caixas bancários.
Para evitar a disseminação do terrorismo nas cidades européias, a UE anuncia ainda uma ampliação dos programas educacionais e uma melhoria da política de integração, visando o diálogo interreligioso e intercultural, promete Frattini.

Leia mais