Eurocopa define duelos das oitavas de final | Siga a cobertura dos principais eventos esportivos mundiais | DW | 22.06.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Eurocopa define duelos das oitavas de final

Resultados reservam chaveamento desequilibrado: de um lado as potências europeias, do outro seleções sem tradição. Polêmico regulamento resulta em fase de grupos burocrática, com poucos gols e classificações inéditas.

O polêmico regulamento da Eurocopa 2016 fez com que algumas seleções, que já tinham realizado suas três partidas pela fase de grupos, tiveram que esperar até esta quarta-feira (22/06) para saber se seguiriam ou não na competição.

Com a Eurocopa pela primeira vez com 24 seleções, Uefa estabeleceu que os dois melhores colocados de cada grupo e o quatro melhores terceiros colocados formariam os confrontos do mata-mata. O regulamento resultou em excessivas precauções defensivas das equipes, poucos gols e as classificações inéditas de nanicos do futebol europeu, como País de Gales, Polônia, Islândia e Irlanda do Norte.

Como exemplo: a Turquia esteve classificada até os 40 minutos do segundo tempo da partida entre Itália e Irlanda. Mas o gol de Robbie Brady eliminou os turcos e fez com que todos os quatro países das ilhas britânicas – os três do Reino Unido (Inglaterra, Irlanda do Norte e País de Gales) e a própria Irlanda – se classificasse para as oitavas de final.

E mais curioso ainda: com os deslizes de Espanha e Inglaterra em seus grupos, o caminho para a grande final, marcada para 10 de julho, em Paris, reservou dois chaveamentos completamente distintos.

De um lado, Polônia, Suíça, Croácia, Portugal, País de Gales, Irlanda do Norte, Hungria e Bélgica, seleções secundárias, sem tradição ou com sucessos perdidos num passado longínquo. Do outro, nove títulos europeus com Alemanha, Itália, Espanha e França, além de Inglaterra, Eslováquia, Irlanda e Islândia.

Enquanto, por exemplo, a Bélgica pode chegar à final do torneio tendo que passar por Hungria, País de Gales e Croácia, a atual bicampeã europeia Espanha pode ter que eliminar Itália, Alemanha e França.

A fase de grupos teve 69 gols (média de 1,92 por partida), com Hungria e País de Gales marcando seis gols cada. Os artilheiros são, por enquanto, o galês Gareth Bale e o espanhol Álvaro Morata, com três gols cada.

Assim ficaram os confrontos:

Suíça x Polônia
25 de junho – Saint-Étienne

País de Gales x Irlanda do Norte
25 de junho – Paris

Croácia x Portugal
25 de junho – Lens

França x Irlanda
26 de junho – Lyon

Alemanha x Eslováqui
26 de junho – Lille

Hungria x Bélgica
26 de junho – Toulouse

Itália x Espanha
27 de junho – Paris

Inglaterra x Islândia
27 de junho - Nice

Leia mais