1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Euro volta a cair e se aproxima de paridade com o dólar

Cotação de 1,085 dólar é a menor desde setembro de 2003. Bom desempenho da economia americana e lenta recuperação na Europa influenciam curso da moeda comum europeia.

O euro voltou a cair em relação ao dólar nesta sexta-feira (06/03), enquanto se espera o início, na próxima segunda-feira, do programa de compra de dívida do Banco Central Europeu (BCE) e se acentuam os problemas de liquidez da Grécia.

A moeda comum europeia alcançou a cotação de 1,085 dólar, quando na quinta-feira ainda estava acima de 1,10 dólar, e se aproxima cada vez mais de uma relação de paridade. A cotação desta sexta-feira é a menor desde setembro de 2003, mantendo uma tendência de queda verificada desde maio passado, quando o euro chegou a valer 1,40 dólar.

A situação reflete o desempenho das duas economias. Enquanto a recuperação da crise financeira tem sido lenta na União Europeia, nos Estados Unidos acontece o contrário. Além disso, o BCE se mantém firme numa política de juros baixos e programa de estímulo, enquanto o Fed (banco central americano) decidiu encerrar seu programa de estímulo e se prepara para elevar os juros.

A semana foi marcada pelas declarações do presidente do BCE, Mario Draghi, que anunciou na quinta-feira o início do programa de compra de dívida pública e privada para a próxima segunda. As atenções também se têm mantido na Grécia e nas reformas que o país vai apresentar na segunda-feira ao Eurogrupo.

Nos Estados Unidos foram divulgados novos dados que indicam uma melhora do mercado de trabalho: a taxa de desemprego caiu em fevereiro para 5,5%, o nível mais baixo desde 2008. Esse bom desempenho pode levar o Fed a elevar os juros nos próximos meses, o que atrai os investidores para a moeda americana.

Desde que foi lançado, em 1999, numa cotação de 1 euro para 1,18 dólar, a moeda europeia passou a maior parte do tempo valendo mais que a americana. A menor cotação foi alcançada em 2000, quando o euro valia 0,82 dólar. A maior foi durante a crise financeira de 2008, superior a 1,60 dólar.

AS/lusa/rtr/ap