1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Euro mantém a paridade com dólar americano

A valorização da moeda, entretanto, não é sinal da força da economia européia, e sim das incertezas quanto à americana, segundo especialistas.

default

Moeda única européia equipara-se à americana

O euro defendeu, nesta terça-feira (16), a paridade com o dólar americano, atingida pela primeira vez, depois de mais de dois anos, na segunda-feira, quando o Banco Central Europeu (BCE) fixou a cotação de referência da moeda única em 1,0024 dólar. Na tarde desta terça-feira, ele chegou a valer um centavo a mais, custando 1,0127 dólar. Desde janeiro deste ano, o euro já valorizou quase 11% em relação à moeda americana.

Analistas econômicos concordam que esta valorização se deva à fraqueza do dólar e não à força do euro. "Trata-se de uma má fase para o dólar americano e não de uma positiva do euro", afirmou o economista do Commerzbank, Michael Schubert.

Muitos especialistas argumentam que essa valorização ocorreu principalmente por causa das incertezas na economia americana. Com os escândalos na gigante de energia Enron e na megaempresa de comunicação WorldCom, o mercado americano perdeu parte da credibilidade junto aos investidores.

Enquanto os exportadores europeus temem que a valorização prejudique seus negócios, outros comemoram a queda no valor da moeda norte-americana, porque ela torna as viagens ao outro continente mais baratas.

No dia 1º de janeiro de 1999, ao ser introduzido no mercado europeu, o euro podia ser comprado por 1,1667 dólar. Alguns economistas prognosticaram sua valorização para até 1,30 dólar. O que ocorreu, contudo, foi exatamente o inverso e o euro caiu, até o outono de 2000, para 0,823 dólar. Depois disso seu valor passou a oscilar em torno de 0,90 dólar, tendo entrado em alta a partir de abril deste ano.

Leia mais