1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Euro comanda as festas de Ano Novo

A nova moeda européia é o tema favorito das festas de Ano Novo na Alemanha, apesar do ceticismo da população. Berlim programou comemorações inesquecíveis.

default

No réveillon, os alemães gastam em média 120 milhões de euros com os fogos de artifício

O dia 31 de dezembro se aproxima e com ele a chegada do euro, a moeda única da União Européia, que entra em vigor no primeiro minuto de 2002. As festas mais badaladas da virada do ano não poderiam deixar esse acontecimento histórico passar em branco.

Em Berlim, na festa Welcome 2002, o presidente do Banco Central alemão, Ernst Welteke, fará a entrega das primeiras notas de euro ao ministro das Finanças, Hans Eichel, pontualmente à meia-noite. Depois, a população terá oportunidade de trocar seus marcos pela nova moeda já nas primeiras horas do novo ano, nas diversas barracas montadas especialmente.

Os organizadores estimam que o evento irá atrair mais de um milhão de pessoas à capital da Alemanha. A comemoração ao ar livre e gratuita, que compreende três quilômetros de extensão entre a Porta de Brandemburgo e a Coluna da Vitória, terá uma programação especial. Diversas bandas estão encarregadas de animar os festeiros em oito palcos espalhados pelo local. O ponto alto será o espetáculo de luz e som intitulado Colors.

Para garantir a ordem nesta festa de arromba, foram destacados cerca de 200 policiais e 800 vigilantes de firmas particulares, um número bem maior do que o escalado no réveillon do ano passado. Devido aos últimos acontecimentos mundiais e à constante preocupação com a segurança, o controle agora foi intensificado, com o intuito primordial de evitar surpresas desagradáveis.

Berlim em festa

Esta, entretanto, não será a única festa que agitará Berlim. Vários hotéis, instituições e associações farão comemorações voltadas para os mais ecléticos tipos de público, desde os amantes da música tecno até os aficcionados pelo estilo clássico.

Por 511 euros, a Ópera Estatal Unter den Linden, por exemplo, oferece um programa luxuoso, com direito a bufê, pista de dança e a conhecer de perto o cenário de O Quebra Nozes. Já na Funkturm, será realizada uma grande festa com shows ao vivo dos atuais ídolos da juventude alemã, por um preço bem mais camarada.

Frankfurt também comemora

O centro financeiro da Alemanha não poderia ficar de fora na chegada do euro. Em Frankfurt, a população poderá acompanhar de graça o show de estréia da canção do euro, With Open Arms, "De braços abertos", com a presença de astros da música, como Anna Maria Kauffmann, o tenor Alexander Gero e o rapper holandês Pappa Bear.

Além disso, será realizada uma performance artística de luz e som tendo como pano de fundo a fachada dos suntuosos prédios bancários. À meia-noite, será inaugurada uma escultura de 15 metros de altura em homenagem ao euro.

Alegria comedida

Apesar do réveillon ser uma data alegre e de os alemães estarem dispostos a comemorar, o professor Horst Opaschowski, especialista em lazer, garante que esta virada de ano será diferente das demais. "As pessoas continuarão com a tradição da data, embora com um certo peso na consciência", afirmou o pesquisador.

Opaschowski acredita que três fatores impedem que o réveillon deste ano seja realmente tranqüilo: os novos rumos da economia com a chegada do euro, a probabilidade de guerras e o medo de ações terroristas. "Muitos estão inseguros por não saber o que esperar do Ano Novo".