Eugen Ruge ganha Prêmio do Livro Alemão por romance sobre Alemanha comunista | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 10.10.2011
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Eugen Ruge ganha Prêmio do Livro Alemão por romance sobre Alemanha comunista

Em "In Zeiten des abnehmenden Lichts", o escritor Eugen Ruge conta a saga de uma grande família no Leste alemão. É a segunda vez que um romance enfocando a vida na antiga Alemanha Oriental recebe a premiação.

default

Livro de Ruge revela fortes traços autobiográficos

A saga de uma grande família na antiga República Democrática Alemã (RDA), descrita na obra In Zeiten des abnehmenden Lichts (Em tempos de luzes minguantes) rendeu ao escritor Eugen Ruge o Prêmio do Livro Alemão 2011, concedido ao melhor romance em língua alemã pela Associação do Comércio Livreiro Alemão. O nome do vencedor foi anunciado nesta segunda-feira (10/10) em Frankfurt.

Esta foi a segunda vez que o prêmio, oferecido desde 2005, é dado a uma obra sobre a antiga Alemanha Oriental. Há três anos, o escritor Uwe Tellkamp recebeu o Prêmio do Livro Alemão pelo livro Der Turm (A Torre), que conta a história da derrocada do regime comunista sob a ótica de uma família de classe média na cidade de Dresden.

O romance de Ruge, nascido na Rússia, tem um forte tom autobiográfico. As gerações enfocadas na obra encontram-se entre Berlim, a antiga União Soviética e o México. A história é contada a partir da perspectiva de um jovem convalescente de câncer, que deixou a RDA pouco antes do fim do regime comunista. A partir de diferentes perspectivas, Ruge desfia os diferentes destinos dos personagens da extensa família, com todas as suas esperanças e ilusões destruídas.

"Seu livro fala sobre a utopia do socialismo, do preço que custou aos indivíduos e de sua gradual extinção", afirmaram os jurados ao justificarem a escolha. "Ao mesmo tempo, o livro se distingue por seu entretenimento e senso de humor".

Ruge, 57 anos, chegou à final com cinco outros concorrentes. Ao todo, a associação distribui 37,5 mil euros em prêmios – sendo 25 mil destinados ao vencedor.

Filho de Wolfgang Ruge, um historiador da antiga Alemanha Oriental, o escritor, diretor e tradutor Eugen Ruge estudou Matemática e fez pesquisas na RDA. Em 1988, começou a trabalhar, já no lado ocidental, como dramaturgo.

MS/dpa/afp
Revisão: Roselaine Wandscheer

Leia mais