1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

EUA suavizam embargo a Cuba

Washington anuncia série de medidas para reduzir restrições a empresas americanas, sobretudo nos setores de internet, telefonia e turismo. Viagens e transferências financeiras também ficam mais fáceis.

Os Estados Unidos anunciaram nesta sexta-feira (18/09) uma série de diretrizes que amenizam as restrições a empresas americanas em relação a negócios com Cuba e facilitam as viagens. As medidas são mais um passo do país para suavizar o embargo, em meio ao reatamento das relações bilaterais.

Com as mudanças serão simplificados procedimentos para o turismo, investimentos em telefonia e internet e transferências de dinheiro para a ilha comunista. As medidas entram em vigor a partir da próxima segunda-feira.

"Os Estados Unidos estão ajudando a apoiar o povo cubano nos seus esforços para alcançar a liberdade política e econômica necessária para construir uma Cuba democrática, próspera e estável", afirmou o secretário americano do Tesouro, Jack Lew.

As novas regras permitem às empresas abrir escritórios e lojas em Cuba, além de oferecer serviços de internet e de telecomunicações. Apesar da flexibilização, viagens de turismo à ilha comunista continuam proibidas para a maioria dos americanos.

Embora não mudem o procedimento de seleção para quem quer viajar a Cuba, os regulamentos facilitam o trânsito de viajantes autorizados graças ao licenciamento de empresas de transporte. Também foi cancelado o limite das remessas de valores e foi aberta a possibilidade de abrir e manter contas bancárias em Cuba.

Nesta quinta-feira, Havana deu novo passo para normalizar as relações entre os dois países, ao indicar o diplomata

José Cabañas

como embaixador de Cuba nos Estados Unidos. Washington, no entanto, ainda não nomeou seu embaixador na ilha comunista, mesmo com a

reabertura da embaixada

em meados de agosto.

CN/rtr/dpa/ap

Leia mais