1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

EUA oferecem recompensa milionária por Guzmán

Autoridades americanas suspeitam que líder de cartel de drogas está escondido no México e oferecem 5 milhões de dólares por informações sobre seu paradeiro. Traficante fugiu de penitenciária mexicana em meados de julho.

O Departamento de Estado americano ofereceu nesta quarta-feira (05/08) uma recompensa de 5 milhões de dólares por informações que levem à captura do líder do cartel de drogas Sinaloa,

Joaquín "El Chapo" Guzmán

, que fugiu em meados de julho de uma penitenciária de segurança máxima no México.

A recompensa foi oferecida no mesmo dia no qual a agência americana antidrogas (DEA) criou uma linha telefônica para receber informações sobre Guzmán. O chefe da DEA Chuck Rosenberg afirmou que o traficante está "provavelmente" escondido no estado mexicano de Sinaloa, região onde ele nasceu e construiu o poderoso cartel de drogas.

Rosenberg disse ainda que não ficou "muito surpreso" com a fuga de Guzmán. O traficante fugiu na noite do dia 11 de julho da penintenciária de segurança máxima onde cumpria uma sentença de 20 anos de prisão no México.

Ele escapou por um sofisticado túnel cavado no chuveiro de sua cela. Uma abertura de cerca de 10 metros de profundidade com uma escada era o início de um túnel de cerca de 1,5 quilômetro de comprimento, com sistemas de ventilação e iluminação.

Essa é a segunda vez que Guzmán consegue escapar da prisão. O traficante fundou o cartel de Sinaloa em 1989. Oito anos depois de ser preso pela primeira vez na Guatemala em 1993, ele conseguiu fugir da prisão a bordo de um caminhão de limpeza com a ajuda de funcionários do presídio.

Os Estados Unidos estão trabalhando em conjunto com as

autoridades mexicanas

na recaptura do traficante. Vários agentes penitenciários foram presos no México suspeitos de envolvimento na fuga de "El Chapo".

CN/rtr/ap

Leia mais