1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

EUA e Rússia querem conferência internacional sobre a Síria

Apesar de posições diferentes em relação ao conflito na Síria, as duas potências buscam o consenso e querem agora uma conferência reunindo rebeldes e governo.

Estados Unidos e Rússia concordaram com a realização de uma conferência internacional sobre a Síria, com a participação de representantes do regime e da oposição. A data ainda não está definida, podendo ser ainda este mês.

O secretário de Estado dos EUA, John Kerry, e o ministro russo do Exterior, Serguei Lavrov, encontraram-se nesta terça-feira (07/05) em Moscou e concordaram em convocar uma conferência, que deverá reunir as duas partes do conflito na Síria. A intenção é encontrar uma solução política e evitar a divisão da Síria, de acordo com Kerry.

Kerry in Russland Putin

Kerry se encontra com Putin em Moscou

A Rússia se disse preocupada com a segurança de toda a população síria. Segundo Lavrov, uma grande parcela da população teme que os rebeldes, em caso de vitória, transformem a Síria num país governado por extremistas.

Antes do encontro com Lavrov, Kerry se reuniu por mais de duas horas com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, para debater o assunto. "Tanto nós como eles estamos interessados numa solução pacífica e política para que o extremismo não se propague", disse Kerry.

Já no ano passado, as cinco potências que possuem poder de veto no Conselho de Segurança da ONU haviam decidido apoiar um governo de transição formado por representantes dos grupos rebeldes e do atual governo. "Esse deve ser o caminho para o povo sírio encontrar a paz", salientou Kerry, referindo-se ao plano traçado pelo então enviado especial à Síria, Kofi Annan.

DTP/dpa/rtr/lusa

Leia mais