1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

ETA: informações complementares

Conheça um pouco mais sobre a história do grupo separatista basco ETA.

default

A organização separatista basca ETA pode estar com seus dias contados

O grupo separatista basco ETA foi fundado em 1959, na época da ditadura do General Francisco Franco. ETA é a abreviatura de Euskadi Ta Azkatasuna que, em basco, significa Pátria Basca e Liberdade.

No início, a organização lutava pela manutenção da cultura basca, subjugada pelo regime militar. Posteriormente, tornou-se um grupo terrorista, ignorando o processo democrático que ocorria na Espanha.

Visando à independência do País Basco no norte da Espanha e no sudoeste da França, o grupo planejou e executou ataques a instalações civis e numerosos atentados contra altos representantes do governo espanhol. Desde 1968, mais de 800 pessoas morreram durante as suas ações.

O pior ataque do grupo aconteceu em 1987, quando um carro-bomba explodiu em frente a um supermercado em Barcelona, matando 21 pessoas. A população espanhola sempre reagiu com indignação, protestando contra o ETA.

Os ataques da organização também causaram muitos prejuízos econômicos. O investigador dos ataques, o juiz Baltasar Garzón, calcula que até janeiro de 2005 os danos tenham atingido 12 bilhões de dólares.

Em 2004, o partido popular Herri Batasuna, o braço político do ETA, foi proibido pelo Supremo Tribunal Espanhol. Foi a primeira proibição de um partido no país desde o fim do regime franquista em 1975. Até então, o partido havia conseguido – regularmente – cerca de 12% dos votos nas eleições na região basca espanhola.

Em 1979 foi criada a região autônoma do País Basco no território espanhol, composta pelas províncias de Guipúzcoa, Viscaya e Alava. Com mais autonomia em relação ao país, a região tem a sua própria língua e um estatuto especial. A região tem 7261 quilômetros quadrados e uma população de aproximadamente 2,1 milhões de habitantes. Em termos brasileiros, a região é menor do que o Distrito Federal.