1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Estudo elege Ulm como "cidade mais saudável" da Alemanha

Pela primeira vez foi realizado um amplo estudo na Alemanha para descobrir quais são as cidades que oferecem a melhor qualidade de vida no país: no sul está a maioria delas, incluindo Ulm, a primeira da lista.

default

A torre da sua famosa catedral se destaca na paisagem de Ulm, no sul da Alemanha

München Rathaus und Liebfrauenkirche

Munique: a capital da Baviera

As cidades do sul da Alemanha são as melhores para a saúde de seus habitantes, segundo um estudo publicado esta semana. A cidade "mais saudável" é Ulm, no estado de Baden-Württemberg. A vizinha Stuttgart tem a expectativa de vida mais alta e Munique, a capital da Baviera, é a cidade com o maior número de esportistas.

Em cooperação com a Escola Superior de Medicina de Hannover, a revista Healthy Living elaborou um atlas de saúde, comparando as 81 cidades alemãs com mais de 100 mil habitantes.

O estudo considera mais de 3 mil dados de fontes públicas, como os departamentos federais do Meio Ambiente e de Estatísticas, e dados atuais sobre criminalidade.

Critérios

Berlin: Blick über die Dächer von Wohnhäusern im Stadtbezirk Wedding in Berlin, aufgenommen am 05.05.2004.

Berlim: a capital da Alemanha

"Noventa por cento dos alemães vivem em cidades. Um motivo suficiente para observar a situação exatamente lá onde as condições de vida parecem não ser saudáveis. E as diferenças são realmente consideráveis", disse Walter Dreher, chefe da redação da Healthy Living.

Na realização do atlas de cidades saudáveis foram considerados critérios como a qualidade do ar, a quantidade de parques e as possibilidades de praticar esporte, o atendimento à saúde, a quantidade de creches e a situação social e econômica, como o número de supermercados que oferecem produtos orgânicos e a frequência de visitas ao teatro.

Vida melhor significa vida mais longa

Segundo o estudo, a qualidade de vida oferecida pelas cidades tem efeito sobre a expectativa de vida dos seus habitantes. "Uma criança que hoje nasce em Saarbrücken tem uma expectativa de vida de 2,6 anos menor do que uma criança que nasce em Stuttgart (82,8 anos para mulheres e 77,8 anos para os homens)", explica Dreher.

Deutschland Stadt Heidelberg mit Brücke

Heidelberg, em Baden-Württemberg

Entre as dez primeiras do atlas estão apenas três cidades do norte da Alemanha: Bonn (4º) e Münster (5º), na Renânia do Norte-Vestfália, e Wolfsburg (8º), na Baixa Saxônia. Todas as demais localizam-se no sul do país. Entre elas, só uma tem mais de 1 milhão de habitantes: Munique, em sexto lugar. No 23º lugar está Hamburgo, Colônia ocupa o posto 32 e a capital, Berlim, está ainda mais atrás (72º lugar).

Como consolo, o norte da Alemanha tem Kiel, a capital de Schleswig-Holstein, que é cercada pelo Mar Báltico e onde se respira o ar mais puro do país, e Magdeburg, a capital de Saxônia-Anhalt, que é a cidade mais verde da Alemanha.

Depois de Ulm, que recebeu o título de cidade mais saudável, seguem Erlangen, na Baviera, e Heidelberg, em Baden-Württemberg. Mainz ficou em sétimo lugar na lista, enquanto Darmstadt e Reutlingen completam a lista das dez "cidades mais saudáveis" da Alemanha.

O final do ranking é dominado por cidades da Renânia do Norte-Vestfália, como Dortmund (77), Duisburg (78), Gelsenkirchen (80) e Herne (81). No critério segurança, o primeiro lugar é ocupado por Bergisch Gladbach, com 5.366 registros policiais por 100 mil habitantes. Frankfurt é a lanterninha, com 17.570 ocorrências por 100 mil moradores. (jb)

Leia mais