1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Estrangeiros para o setor alemão de informática

Programa de contratação foi lançado em 2000 e já atraiu mais de 10 mil profissionais do exterior.

default

Mais de 2 mil programadores da Índia já estão trabalhando na Alemanha

Para atender às necessidades do seu mercado de trabalho, na área de tecnologia, a Alemanha continuará apelando para a mão-de-obra estrangeira. O ministério do Trabalho abrirá vaga para mais 10 mil peritos em informática, conforme anunciou o titular da pasta, Walter Riester.

A decisão do governo de abrir o mercado de trabalho foi tomada no ano passado e suscitou grande controvérsia política. Os partidos de oposição fizeram campanha para que formassem especialistas alemães, ao invés de se trazer estrangeiros.

Desde 1º de agosto de 2000 já foram contratados 10054 profissionais oriundos de países fora da União Européia. A maioria vem da Índia (2130), seguida da Rússia e outras ex-repúblicas soviéticas (1395). Eles receberam permissão de trabalho por cinco anos.

A iniciativa foi considerada um sucesso pelo Ministério do Trabalho. Cada especialista estrangeiro que vem trabalhar na Alemanha está gerando 2,5 postos de trabalhos, sobretudo em pequenas e médias empresas. Os empresários do setor estão pedindo a contratação de estrangeiros, também em outras áreas. Há falta de mão-de-obra na indústria de maquinaria, e setor de hotéis e restaurantes.

Links externos